Flu vence o Cruzeiro e é o novo líder do Campeonato Brasileiro

Mineiros jogam bem no primeiro tempo, mas cariocas dominam a segunda etapa e marcam de cabeça


Mariano foi um dos destaques do time das Laranjeiras (Crédito: Cléber Mendes)

Em uma partida disputada, com boas oportunidades para os dois lados, o Fluminense se tornou o novo líder do Brasileirão ao conseguir uma vitória simples sobre o Cruzeiro, no Maracanã, com gol do zagueiro Leandro Euzébio. Para os quase 35 mil torcedores presentes, a noite foi de festa.

No primeiro tempo, mineiros melhores e goleiros se destacam

Na primeira etapa, quando os mineiros foram melhores, prevaleceu a boa atuação dos goleiros. Logo aos dois minutos, depois de contra-ataque rápido cruzeirense, Wellinton Paulista ficou cara a cara com Fernando Henrique e tentou deslocar o goleiro, que fez grande defesa.

A resposta do Fluminense foi rápida. Depois de falta de Diego Renan em Mariano, a bola foi levantada na área e sobrou para Gum, que chutou de primeira. O mesmo Wellington Paulista tirou de cabeça.

As jogadas perigosas eram alternadas e aos 13, Gilberto deu ótimo passe, novamente para Wellinton Paulista que, da entrada da área, chutou para mais uma boa defesa de Fernando Henrique. No rebote, o próprio Gilberto tentou de primeira e chutou para fora.

Para variar, a resposta do time das Laranjeiras veio rápido. Depois de escanteio, Gum subiu mais do que todo mundo e cabeceou, mas o goleiro Fábio, atento, fez ótima defesa.

Quando o relógio marcava 23 minutos, Diguinho apareceu como elemento surpresa na área tricolor e por pouco não desviou bola alçada na área. Um minutos depois, Gilberto, que ditava o ritmo dos ataques mineiros, deu lindo passe de calcanhar, para Everton, na entrada da área. O ex-jogador do Flu chutou e exigiu mais uma boa defesa de Fernando Henrique.

O jogo era movimentado, e além dos goleiros, os laterais-direitos Mariano e Rômulo também se destacavam pela movimentação constante. Em uma dessas descidas rápidas, o jogador do tricolor inverteu para Carlinhos que entrava na área. Mas o jogador pegou de raspão na bola e desperdiçou boa oportunidade.

Aos 38 minutos, baixa na equipe mineira. Gilberto, que ao lado de Fábio vinha sendo o melhor do time de Cuca, sentiu e não conseguiu continuar em campo. Em seu lugar entrou Marquinhos Paraná, que mudou o estilo de jogo cruzeirense.

Pouco antes do intervalo, uma última chance. Conca deu linda enfiada de bola para Carlinhos que tentou finalizar. Outra ótima defesa de Fábio.

Cariocas e mineiros foram para os vestiários com o placar ainda zerado. Culpa dos goleiros, que tiveram ótima atuação no primeiro tempo.

No segundo, mais equilíbrio e Flu aproveita melhor as oportunidades

No segundo tempo, o técnico Muricy Ramalho colocou Alan no lugar de Rodriguinho. No Cruzeiro, nenhuma modificação. Não mudo também o estilo dos mineiros, que assustaram primeira, mais uma vez. E, para variar, mais uma boa defesa de Fernando Henrique em chute de Thiago Ribeiro.

O Flu respondeu rápido e com objetividade. Após cobrança de escanteio, Leandro Euzébio subiu sozinho e cabeceou forte, sem chances para o goleiro. 1 a 0 para o Fluminense e explosão da torcida no Maracanã.

Pouco depois, animado com o gol, Alan exigiu boa defesa do goleiro Fábio em chute de fora da área.

O técnico Cuca, na tentativa de buscar o empate, colocou o atacante Robert no lugar do volante Fabrício, aos 17 minutos. Com isso, Wellinton Paulista recuou, virando terceiro atacante e ajudando na armação, carente desde a saíde de Gilberto, na primeira etapa.

Em mais uma tentativa de igualar o placar, Cuca colocou o colombiano Reina no lugar de Everton quando faltavam 15 minutos para o fim do jogo.

Pouco depois da entrada do colombiano, Wellinton Paulista cobrou falta forte, do meio da rua, e a bola passou muito perto do gol tricolor.

O Fluminense recuou depois do gol e o Cruzeiro dominou as ações de ataque. O zagueiro Gum se tornou um dos destaque, sempre afsatando o perigo.

Na garra e no preparo físico os cruzeirenses tentavam de todas as formas, baseando os ataques em lançamentos para dentro da área, já que contava com jogadores altos como Thiago Ribeiro e Roberto na espera da bola.

No final da partida, as tentativas da equipe de Cuca foram frustradas e os cariocas saíram de campo com a liderança do campeonato embaixo do braço. Na próxima rodada, o Tricolor faz tem um clássico contra o Botafogo, no Engenhão e o Cruzeiro recebe o Grêmio em casa.
FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 1 X 0 CRUZEIRO

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 22/7/2010 – 21h (de Brasília) Renda e público: R$597.405/28.479 pagantes Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Roberto Braatz (PR – FIFA) e Enio Ferreira de Carvalho (DF)
Cartões Amarelos: André Luis, Leandro Euzébio, Diguinho, Carlinhos (FLU); Fabrício, Marquinhos Paraná, Wellinton Paulista, Gil (CRU)

GOLS: Leandro Euzébio, 8′, 2ºT (1-0)

FLUMINENSE: Fernando Henrique, Leandro Euzébio, Gum e André Luis; Mariano,Diogo, Diguinho, Conca e Carlinhos; Rodriguinho (Alan, intervalo) e Fred. Técnico: Muricy Ramalho.

CRUZEIRO: Fábio, Rômulo, Caçapa, Gil e Diego Renan; Fabrício (Robert, 17’/2ºT), Henrique, Gilberto (Marquinhos Paraná, 38’/1ºT) e Everton (Reina, 29’/2ºT); Thiago Ribeiro e Wellington Paulista. Técnico: Cuca.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: