Tropeços não preocupam Julio Cesar: ‘Todos vão passar por isso’

Lateral rebate críticas ao Flu, que não vence há três rodadas, e diz que só vitória contra o Ceará tornará as coisas mais tranquilas

Júlio César treino FluminenseJúlio César treino Fluminense

Depois de Leandro Euzébio, chegou a vez de Julio Cesar encarar com naturalidade o momento de oscilação do Fluminense no Campeonato Brasileiro. Líder com um ponto de vantagem sobre o Corinthians, que tem um jogo a menos, o Tricolor não vence há três partidas e se vê na obrigação de superar o Ceará, quarta-feira, às 19h30m (de Brasília), no Engenhão, pela 20ª rodada. Situação mais do que normal na opinião do lateral.

Ciente de que altos e baixos fazem parte de uma competição longa como o Brasileirão no sistema de pontos corridos, Julio Cesar disse que mais importante do que buscar explicações é mudar o panorama o mais rápido possível com vitórias.

– O momento é complicado, mas todo time passou ou vai passar por isso na competição. É hora da superação. Vamos buscar mudar isso dentro de campo.

Nem mesmo a queda de rendimento do Flu após abrir o placar nas últimas duas rodadas preocupa o lateral. Segundo ele, a tática de “esperar o adversário” após marcar o primeiro gol é uma característica do time de Muricy e deu certo em jogos anteriores.

Isso é característica da nossa equipe. Em outros jogos, recuamos e matamos nos contra-ataques. Futebol é assim. O que importa é a vitória. Se elas acontecem, apagam algumas coisas”
Julio Cesar, lateral do Flu

– Isso é característica da nossa equipe. Em outros jogos, recuamos e matamos nos contra-ataques. Futebol é assim. O que importa é a vitória. Se elas acontecem, apagam algumas coisas.

Os números provam, no entanto, que desde que o esquema mudou do 3-5-2 para o 4-4-2 o Tricolor caiu de rendimento: são dois empates, uma derrota e somente uma vitória. Afetado diretamente por essa mudança, Julio Cesar acredita que a saída de um zagueiro não fez com que a equipe perdesse a estabilidade defensiva, e usou as estatísticas para comprovar isso.

– No 3-5-2, aparecemos muito mais lá na frente, eu e o Mariano ajudamos o ataque. No 4-4-2, ficamos mais divididos, temos que ajudar mais na marcação. Foi o que aconteceu contra o Guarani, por exemplo. Mas nossa equipe está bem defensivamente neste esquema. Tanto que a maioria dos gols que sofremos foi de falta. O Muricy sabe o que é melhor.

Por sinal, dos 16 gols sofridos pela equipe no Brasileirão, cinco foram em cobranças de falta.

E se o 4-4-2 não atrapalha defensivamente, ao menos torna a equipe mais previsível no ataque. Com as subidas de Mariano e Julio Cesar cada vez mais raras, os armadores ficam como únicos responsáveis pela criação.

– Como não apoiamos tanto, o Deco e o Conca acabam ficando sobrecarregados. São jogadores visados e acabam sofrendo marcação individual – disse Julio.

Com 38 pontos, o Fluminense é o primeiro colocado do Brasileirão.

devil fight 2

Anúncios

Uma resposta

  1. […] Tropeços não preocupam Julio Cesar: ‘Todos vão passar por isso’ Publicado em setembro 7, 2010 por Guilherme Monteiro […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: