Strikeforce: Fedor vs. Silva

Qual é o maior peso pesado da atualidade no MMA? É isso que começaremos a descobrir amanhã, quando tiver início o Grand Prix dos Pesados do Strikeforce, com o Strikeforce / M-1 Global: Fedor vs. Silva no Izod Center, em New Jersey.

A segunda organização mais importante do MMA mundial na atualidade reunirá seus oito melhores lutadores para um torneio que será dividido em quatro chaves de dois lutadores, onde cada luta é eliminatória e o vencedor da final leva o cinturão dos pesos pesados da organização.

Confira abaixo as duas lutas iniciais do torneio.

Fedor Emelianenko vs. Antonio Silva

Conhecido como “o último imperador”, Fedor Emelianenko é o ícone dos saudosistas do extinto Pride, onde o gordinho chocou o mundo com a frieza nas suas finalizações e nocautes. Fedor enfrentou e venceu os melhores do mundo no evento japonês, onde era considerado invencível. Após a derrota para o brasileiro Fabrício Werdum precisa provar que ainda é o melhor.

O paraibano Antônio “Pezão” Silva quer deixar de ser a eterna promessa para ser o homem a ser batido na categoria. Pezão desenvolveu uma doença na tireoide, o que não bloqueou a carreira do atleta. Foi o ultimo campeão do extinto torneio EliteXC. Devido a sua grande envergadura, trabalha bem low e high kicks com boa sequencia de socos. É lento, mas tem golpes fortes e contundentes.

Palpite: Se analisarmos somente a foto, daria Pezão. Fedor, não possui os músculos de Lesnar, nem a marra de Anderson Silva, mas é o mais completo lutador de MMA que já se viu, e ele tem mais armas que o brasileiro. Pezão não leva vantagem em pé nem no chão. Fedor ganha com uma americana no 2º round.

Quem vencer este confronto pega o vencedor de Alistair Overeem vs. Fabricio Werdum.

Andrei Arlovski vs. Sergei Kharitonov

Andrei Arlovski é um lutador com pouca sorte. Não é mal lutador, tem um bom boxe, bom condicionamento e um chão defensivo, mas enfrentou os melhores lutadores do mundo em seus melhores momentos. Segue a lista: Pedro Rizzo, Ricco Rodriguez, Pezão e Fedor (todas derrotas). Entra no GP não como favorito, mas como um “emotional fighter” que vai tentar de tudo para ganhar algo. Foi o primeiro campão interino do UFC.

Ao contrario de Arlovski, Sergei Kharitonov ganhou dos melhores do mundo, incluindo na lista Werdum, Overeem e Pedro Rizzo. Fez apenas duas lutas de MMA nos dois últimos anos, mas tem histórico de boas vitorias em eventos no oriente e conta com oito nocautes e oito finalizações no cartel. Kharitonov é um kickboxer nato, sabe trabalhar no clinch e como todo “europeu asiático” tem um gás excelente.

Palpite: Arlovski não vai traçar a melhor estratégia e, como sempre, vai afobado ao encontro de Sergei, mas seu coração vai deixá-lo em pé durante toda a luta. Potencialmente a grande luta do evento, vai dar Sergei pelo gás e melhor consistência/estratégia durante a luta. Vitoria por decisão.

Quem vencer este confronto pega o vencedor de Josh Barnett vs. Brett Rogers.

O Strikeforce: Fedor vs. Silva acontece na madrugada de sábado para domingo, a 1h (de Brasília) e terá transmissão do HBO Plus.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: