Muricy dividido entre Diego Cavalieri e Ricardo Berna

Reforço ainda não emplacou no Fluminense e antigo titular não convence o treinador

Cavalieri e Berna (Foto: Alexandre Loureiro)O técnico do Fluminense, Muricy Ramalho, vai iniciar a semana de preparação para a semifinal da Taça Guanabara, contra o Boavista, com uma importante escolha a fazer entre Diego Cavalieri e Ricardo Berna. Contratado a peso de ouro, o primeiro ainda não correspondeu às expectativas. A escalação surpresa de Ricardo Berna contra o Madureira dá o tom da insatisfação da comissão técnica, sentimento que a torcida já demonstra há algum tempo.

O bom desempenho na reta final do Brasileiro não foi suficiente para convencer o treinador da manutenção de Berna como titular. Diego Cavalieri foi contratado do Cesena (ITA) com status de solução. O começo nas Laranjeiras, entretanto, não foi como o esperado e Muricy se viu obrigado a voltar com o antigo dono da posição.

Em cinco jogos, Cavalieri sofreu nove gols e teve atuações contestadas em sua estreia, na vitória de 3 a 1 sobre o Macaé, e na abertura da fase de grupos da Libertadores, no 2 a 2 com o Argentinos Juniors (ARG). Desde então, vive sob pressão e desconfiança dos tricolores.

Na quarta-feira passada, ele foi vaiado pelos torcedores, que cobrou a volta de Berna. No domingo, quando a novidade apareceu no placar do Raulino de Oliveira, a torcida fez festa. Invicto há 12 partidas (nove pelo Brasileiro de 2010 e três pelo Carioca), Berna foi o goleiro titular nas duas partidas em que a equipe não sofreu gols este ano.

Para embalar de vez, o goleiro sonha com uma sequência maior para mostrar que merece a posição no momento. Com um elenco recheado, a disputa por um lugar promete ser intensa nas Laranjeiras ao longo desta temporada.

– Quando entramos em campo, queremos representar o Fluminense da melhor maneira. Quem está no grupo tem de saber o que é melhor para a equipe. Para qualquer goleiro, é importante ter sequência de jogos.

Quando tive a oportunidade, aproveitei. Para o goleiro, isso é fundamental – disse Berna.

O dilema da camisa 1 é recorrente no Fluminense. No ano passado, Fernando Henrique, Rafael e o próprio Berna desfrutaram do status de titular em algum momento do ano, sem nunca serem absolutos. A instabilidade levou Muricy a exigir a contratação de um goleiro, mas a vaga parece mais aberta do que nunca.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: