Flu tem 90 minutos para ser tão brilhante quanto os astecas

Tricolor faz jogo decisivo contra o América-MEX pela Copa Libertadores

Entre os séculos XIV e XVI, os astecas foram uma civilização que tomou conta do território mexicano e, de maneira brilhante, criaram cidades inteiras com projetos arquitetônicos muito à frente de seu tempo. Nesta quarta-feira, no sugestivo estádio de nome Azteca, às 21h50, na Cidade do México, contra o América (MEX), o Flu terá 90 minutos para ser tão criativo quanto este povo.

Adjetivos para isto, pelo menos, o time tricolor tem. Enquanto os astecas se subdividiam e denominavam guerreiros todos aqueles que tinham êxitos nas batalhas, a equipe do Fluminense usou os mesmos artifícios épicos em 2009, quando escapou da Série B.

Para trás, ficaram importantes soldados feridos como Fred, Emerson, Deco e Belletti. O momento também não é dos melhores, já que a batalha da Taça Guanabara acabou sendo perdida e os confrontos pela Libertadores, até agora, não foram da maneira como o comandante Muricy planejou. Porém, o momento é de unir forças e se inspirar em Pelé e sua trupe, que, neste mesmo estádio, honraram o Brasil conquistando a Copa do Mundo de 1970.

– A nossa viagem foi longa e tivemos tempo para ficar pensando direito sobre este estádio que tem tanta História para contar. Deu para pensar, sonhar e profetizar o que deve ser feito na partida para ajudar o Fluminense a vencer – declarou o apoiador Marquinho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: