Técnico compara derrota a luta de boxe e não joga toalha

Nacional x Fluminense - (Foto: Iván Franco / EFE)A derrota por 2 a 0 para o Nacional, nesta quarta-feira, no Estádio Centenário, foi um golpe no sonho do Fluminense de conquistar a Copa Santander Libertadores. E foi justamente esse o sentimento assimilado pelo técnico interino Enderson Moreira, que comparou o revés em Montevidéu a uma luta de boxe. Lastimando o resultado, o treinador admite que seu time foi a nocaute após o primeiro gol sofrido.

– É difícil controlar o abatimento. É como se fosse um boxeador, que, quando sofre o primeiro golpe, não consegue se recuperar imediatamente. Então, o adversário aproveita. E foi exatamente o que aconteceu hoje (quarta): não nos acertamos e ficou muito difícil – comentou Enderson, que, invocando o espírito guerreiro do Tricolor, garante que não jogará a toalha até o último round.

– Não nos faltou empenho. As pessoas estão vendo isso no dia-a-dia. Queríamos a vitória, mas ainda não tem nada perdido – afirmou.

Para Enderson, o equilibrio do jogo desta quarta serve de exemplo de que o Fluminense poderá chegar à vitória sobre o Argentinos Juniors, em Buenos Aires.

– Acho que uma equipe que fez o primeiro tempo que fizemos é capaz de vencer o Nacional ou o Argentinos Juniors. Quando estiver sem chances matemáticas, é outro detalhe. A equipe mostrou que pode jogar de igual para igual contra qualquer um – completou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: