Flu pode ter prejuízo financeiro com eliminações precoces

Derrotas do Tricolor na Libertadores e no Carioca podem gerar prejuízo de até R$ 21 milhões

Decepção e cobrança da torcida, falta de tranquilidade para trabalhar, uma avalanche de críticas em cima do atual campeão brasileiro.

Para o Fluminense, o cenário descrito acima em caso de eliminação precoce no Campeonato Carioca e na Libertadores seria apenas a ponta do iceberg. Sob a superfície, um prejuízo de até R$ 21 milhões seria como o impacto de uma montanha de gelo em cima dos cofres combalidos do clube tricolor.

O montante é referente à soma de todos os valores máximos que o Fluminense pode receber com premiações e rendas nos clássicos decisivos do Estadual e na fase eliminatória da competição sul-americana.

Para se ter uma ideia do tamanho do prejuízo que o clube das Laranjeiras terá caso o grande projeto do ano desça tão prematuramente pelo ralo, o Internacional, ano passado, recebeu da Conmebol ao fim da Libertadores a bagatela de US$ 3,3 milhões, aproximadamente R$ 5,2 milhões.

No Campeonato Carioca, o Tricolor já sabe, de antemão, que o título da Taça Rio lhe renderá R$ 700 mil. A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), ainda divulgou qual será a premiação para o campeão estadual. O melhor da competição, porém, seria proveniente da renda. Em caso de mais quatro jogos de casa cheia no Engenhão, o Fluminense pode levar até R$ 3,4 milhões.

No caso das receitas de bilheteria, tanto do Carioca quanto da Libertadores, uma bocada praticamente certa seriam as tradicionais penhoras para o pagamento de dívidas, geralmente trabalhistas. Mesmo assim, por mais que não entre necessariamente nos cofres tricolores, esse dinheiro traria certo alívio para o passivo do clube, estimado ano passado em R$ 320 milhões.

Domingo, contra o Nova Iguaçu, e quarta-feira, contra o Argentinos Juniors (ARG), a sorte do Fluminense no primeiro semestre será decidida. Em nota oficial, o departamento financeiro se posicionou a respeito:

– Os ganhos eventuais por classificações ou conquistas são bem-vindos, mas planejamos a vida financeira de acordo com a relação com parceiros comerciais e patrocinadores.

Prêmio não foi debatido, mas elenco aguarda

A possível premiação em caso de classificação nas duas competições que o Fluminense disputa ainda não foi debatida entre o patrocinador e o elenco tricolor. No entanto, por conta de exemplos recentes, os jogadores aguardam tal conversa sem maiores preocupações.

Em 2009, por exemplo, o grupo recebeu, por conta da fuga do rebaixamento no Campeonato Brasileiro e pela classificação à final da Copa Sul-Americana, R$ 1,950 milhão de Celso Barros.

Inicialmente, porém, para se livrar da queda, o mandatário da patrocinadora havia prometido R$ 1 milhão, sendo que acabou adiantando R$ 300 mil após a vitória sobre o Palmeiras e mais R$ 150 mil após derrotar o Atlético-PR.

Depois do empate com o Coritiba na última rodada, entretanto, ainda em êxtase pela inimaginável fuga, deu mais R$ 1 milhão ao invés dos R$ 550 mil que restavam.

Já com relação à Sul-Americana, o combinado foi um prêmio de R$ 1 milhão em caso de título, adiantando R$ 500 mil quando o time passou para a final. Como a equipe acabou sagrando-se vicecampeã, não recebeu a outra metade do valor estabelecido.

Vale destacar que a premiação referente ao título brasileiro de 2010 já foi paga aos jogadores e demais membros do futebol.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: