Entre Magos: Deco ofusca Conca no início do Brasileiro

Apelidados de Magos, Deco e Conca vivem momentos distintos nas primeiras rodadas deste Brasileirão

Gol do Fluminense, Deco - (Foto: Paulo Sergio) O apelido compartilhado nunca foi colocado em prática ao mesmo tempo. Magos desde os tempos de Porto (POR) e Universidad Católica (CHI), Deco e Conca se revezam no expediente de magia pelo Fluminense. Neste começo de Brasileiro, o luso-brasileiro assumiu as rédeas do meio de campo tricolor e tem ofuscado a regularidade tímida do argentino.

Deco é superior em praticamente todos os fundamentos, mesmo com menos tempo em campo que o hermano. Perde em finalizações certas, mas já tem uma assistência a seu favor nas três primeiras partidas do campeonato, fundamento com o qual Conca fez a diferença na conquista do título nacional em 2010.

– Eu assistia às partidas do Deco no Barcelona, sempre fui um fã. Sabíamos que ele seria capaz de fazer o que está fazendo. Eu o considero hoje o jogador mais importante do time do Fluminense, ao lado de Fred e do próprio Conca – destacou Edinho.

Há quem considere que os dois jogadores não sejam complementares no estilo e isso seria o motivo para a gangorra vivida pela dupla. Ano passado, o Fluminense chegou a cair de produção com a presença de Deco no meio. Agora, Conca estaria tendo menos espaço para armar o jogo com a boa presença do camisa 20.

A verdade é que, enquanto Conca ainda não repetiu as atuações de 2010, Deco está tentando descontar o tempo perdido desde que foi contratado, em julho passado. O ideal mesmo para seria ver os dois jogadores em momento mágico.

– Muitos consideram que Conca não está bem, mas discordo. Ele marca muito. Não imaginava que fosse assim. Ele ainda vai nos ajudar com o Deco – disse Edinho.

DECO BRILHA NAS ENTREVISTAS

Boa fase nos gramados pode até ter mudado de lado recentemente, mas pelo menos em uma característica Deco sempre esteve à frente do companheiro Conca. O ex-jogador de Chelsea (ING) e Barcelona (ESP) é muito mais disponível a entrevistas do que o argentino, sempre muito tímido.

O camisa 11 falou pela última vez em entrevista coletiva no dia 17 de fevereiro, ainda na disputa do Campeonato Carioca. Depois disso, falou em eventos com patrocinadores e solenidades, como quando foi homenageado por ter completado 200 jogos pelo time das Laranjeiras.

Já Deco tem concedido entrevistas frequentemente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: