Preparador de goleiros do Flu morre em acidente provocado por jogador

Dudu, atacante do Figueirense, bebeu e dirigiu sem habilitação

A terceira vítima do acidente provocado pelo atacante Dudu, do Figueirense, era funcionário do Fluminense. A assessoria de imprensa do clube carioca confirmou que Emerson Neves trabalhava havia seis anos como preparador de goleiros da categoria de base do time. A diretoria do Flu já entrou em contato com a família de Emerson para liberação de um seguro, para auxiliar no sepultamento.

O corpo foi liberado do Instituto Médico Legal (IML) de Florianópolis na segunda-feira e encaminhado para o Rio de Janeiro. Ele era um dos cinco ocupantes do Hyundai dirigido por Eduardo Francisco da Silva Neto, o Dudu, na madrugada de domingo.

Após perder o controle na Via Expressa Sul, o carro bateu contra um poste e pegou fogo. Duas vítimas fatais, Rosemberg Martins Espírito Santo e Edemilson Félix Moreira, foram carbonizadas.

Emerson Neves foi retirado do carro com vida, mas morreu horas depois no hospital. Dudu e Leonardo Gomes Barbosa, que estava no banco da frente, saíram sem ferimentos do acidente. Dudu não tem habilitação e admitiu em depoimento que havia bebido. Ele foi detido, mas pagou fiança e foi liberado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: