Pacotão da rodada#10: golaço, tombo, sarrafo e muito mais do Brasileirão

Veja estatísticas e uma coleção de melhores e piores momentos da rodada

Muito líder. Em dez rodadas do Brasileirão, o Corinthians já tem sete pontos de vantagem sobre o segundo colocado, o São Paulo. Eficiente como o volante Paulinho, craque da rodada, o Timão confirmou o estado de graça ao vencer, no Rio, o Botafogo, na estreia do volante Renato. A imagem do jogo, porém, foi o dedo torto do goleiro Júlio César ao realizar uma defesa no fim da partida. Foi apenas uma luxação, mas os médicos chegaram a desconfiar de fratura. A rodada também marcou o fim da linha para Falcão no comando do Inter, após a derrota em casa para o São Paulo. E se o Avaí venceu pela primeira vez na competição, o Atlético-PR segue na rabeira da tabela, com dois empates e oito derrotas.

Nos números, Jobson, do Bahia, foi quem mais apanhou em campo: sofreu sete faltas na derrota por 2 a 1 para o Cruzeiro. Nos passes errados, empate quádruplo: Ávine (Bahia), Casemiro (São Paulo), Wilson Pittoni (Figueirense) e Felipe (Vasco), com dez. O melhor público – 33.575 – foi do tumultuado Palmeiras 0 x 0 Flamengo. Na volta de Kleber, curiosamente contra o time que tentou tirá-lo do Verdão, faltou pouco para os rivais chegarem às vias de fato no fim da partida.

Lista abaixo os destaques nas estatísticas e os selos da 10ª rodada. Confira.

Uma jogada desenhada com perfeição no Ceará resultou no mais belo gol da rodada, que se iniciou no sábado passado e se encerrou nesta quarta-feira. Boiadeiro cruzou com precisão para Washington matar no peito e, com categoria, colocar no fundo da rede do América-MG.

Liedson não recebeu uma bola das mais açucaradas pela direita do ataque do Corinthians, mas teve habilidade suficiente para transformar uma jogada perdida num lance de rara beleza. Ele deu um lençol em Alessandro e ainda passou por dois marcadores. Só faltou concluir o lance.

Elias estreou pelo Figueirense em casa e teve um pênalti a favor para se consagrar. Só esqueceram de avisar ao goleiro gremista Marcelo Grohe, que não quis entregar a vitória de bandeja ao adversário. O alvinegro cobrou forte, mas o camisa 1 foi buscar.

Anselmo teve a grande chance de empatar o jogo diante do Avaí no Serra Dourada ao receber cruzamento da direita. Mas o atacante do Atlético-GO furou feio e deixou o Dragão penando na zona de rebaixamento do Brasileirão.

O destino de Falcão poderia ter sido diferente, se o auxiliar não tivesse errado feio em lance aos 9 minutos do primeiro tempo, quando Inter e São Paulo empatavam. D’Alessandro lançou Leandro Damião, que vinha bem atrás da zaga e sairia cara a cara com Ceni, mas o lance foi anulado. Pior para o Colorado, que perdeu por 3 a 0, e para o seu treinador, que ficou sem emprego.

Adriano partia pela direita do ataque do Atlético-GO, mas foi interceptado por uma falta duríssima de Welton Felipe, que já tinha sido advertido. O zagueiro do Avaí acabou expulso após receber o segundo cartão amarelo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: