Armandão: Com direito a nota dez, Ronaldinho é o craque da 12ª rodada

Craque marcou três gols na virada do Fla sobre o Santos de Neymar, que também teve bela atuação. Lucas brilhou e manteve São Paulo em segundo

O futebol brasileiro em sua essência. Assim pode ser resumida a 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, disputada neste meio de semana. Além de gols de placa de Lucas e Neymar, o espectadores e telespectadores foram brindados com uma exibição sensacional de Ronaldinho Gaúcho na virada épica do Flamengo sobre o Santos por 5 a 4, na Vila Belmiro. Com jogadas de plástica, três gols e uma assistência, o ídolo rubro-negro conquistou a primeira nota 10 na edição deste ano do Troféu Armando Nogueira e tornou-se o craque da rodada.

Mais novo candidato a gênio do nosso futebol, o jovem Neymar também atuou de forma memorável no confronto com o Flamengo. Seus dois belos gols coroaram o que foi a sua estreia no Brasileirão de 2011, já que havia sido poupado no início da competição devido à Libertadores e depois teve de integrar a Seleção Brasileira na Copa América. Lucas, outro menino prodígio, comandou o São Paulo na vitória por 4 a 3 sobre o Coritiba, na capital paranaense, e foi muito bem avaliado. O líder Corinthians tem novamente o volante Paulinho como seu representante na seleção do Armandão desta rodada.

Seleção da Rodada 12 (Foto: Globoesporte.com)

Vale lembrar que a seleção do campeonato é montada após a apuração das médias de todos os jogadores que disputaram ao menos 13 partidas no Brasileirão. Os autores das notas são sempre os comentaristas do SporTV e repórteres. Confira como ficou toda a seleção da 12ª rodada.

GOLEIRO

Em noite inspirada em São Januário, o goleiro Marcelo Lomba foi o grande responsável para que o Bahia não saísse derrotado pelo Vasco. O gol sofrido no último minuto não apagou o brilho de sua atuação. No meio de tantas defesas bonitas – seis no total -, a mais marcante foi num chutaço de Juninho Pernambucano de fora da área. Pelo conjunto da obra, o arqueiro do Bahia levou a nota 7,5. Na virada do Ceará por 2 a 1 sobre o Atlético-PR, Diego fez ótimas intervenções e garantiu o resultado. Apesar de ter tomado quatro gols, Felipe fez o seu melhor diante do Santos. E foi esperto ao defender a cobrança de pênalti de Elano. Júlio César, do Corinthians, merece o registro por fechar o gol no triunfo por 1 a 0 sobre o Internacional, jogo que abriu a rodada há duas semanas.


LATERAL-DIREITO

O Atlético-GO deixou a zona de rebaixamento neste meio de semana muito por conta da excelente atuação do lateral-direito Rafael Cruz. Foi dele a assistência para o primeiro gol de Felipe nos 2 a 0 do Dragão sobre o Cruzeiro. Além disso, quase deixou a sua marca num potente chute na trave e foi uma das principais peças ofensivas do único representante da Região Centro-Oeste na Série A. Merece a nota 7,5. Leonardo Moura (Flamengo) e Maranhão (Coritiba) tiveram atuação de destaque.

ZAGUEIROS

Firmeza na marcação a André Lima e oportunismo na área gremista foram as virtudes demonstradas por William Rocha no empate por 1 a 1 que o América-MG conseguiu no Olímpico, o que não é tarefa das mais fáceis. Coube ao zagueiro inaugurar o placar ao aproveitar de cabeça uma falta bem cobrada por Amaral. Diante das dificuldades do confronto, fez valer a nota 7. Com a mesma avaliação, Maurício Ramos forma a dupla de zaga da rodada. Além de brecar os ataques do Figueirense, foi dele o gol solitário do triunfo palmeirense em Florianópolis. Titi (Bahia), Mário Fernandes (Grêmio) e Leandro Castán (Corinthians) foram muito bem na rodada.


LATERAL-ESQUERDO

Com Bruno Cortês e Everton contundidos, Márcio Azevedo, enfim, vem aproveitando as suas chances com a camisa do Botafogo. Partiu dos pés dele a jogada que deu início à virada alvinegra contra o Avaí (2 a 1). O belo passe em lance próximo à linha de fundo deixou Maicosuel livre para marcar. O lateral-esquerdo recebeu nota 7 pela atuação convincente que teve no Engenhão. Ávine (Bahia), Gerley (Palmeiras) e Juan (São Paulo) são os companheiros de posição que também tiveram destaque neste meio de semana.

VOLANTES

Sinônimo de regularidade na excelente campanha do Corinthians neste começo de Brasileirão, o volante Paulinho novamente garantiu presença na seleção da rodada. Ele recebeu a nota 7,5 por ter sido decisivo ao oferecer de bandeja o passe para Willian marcar o único gol diante do Internacional, em jogo eletrizante no Pacaembu. Guiñazu, seu adversário deste confronto, obteve a mesma avaliação pela forte marcação imposta ao time corintiano. Com a garra argentina habitual, ele não fez a sua equipe pontuar, mas deve ser exaltado pelo espírito de luta. Carlinhos Paraíba (São Paulo) e Luiz Antonio (Flamengo) fizeram boas partidas.

MEIAS

A seleção da rodada tem como armadores dois excelentes jogadores que obtiveram a nota 8. O jovem Lucas tem sido um dos pilares do São Paulo nesta temporada e comprovou isso na expressiva vitória tricolor diante do Coritiba por 4 a 3. Com um golaço de cobertura e outras tantas jogadas de habilidade, a revelação são-paulina fez a diferença a favor do vice-líder da competição. Thiago Neves vem dividindo com Ronaldinho o papel de astro do Flamengo. Contra o Santos, o camisa 7 deixou a sua marca em um gol de cabeça e deu a assistência que fez com que o R10 sacramentasse o belo triunfo rubro-negro. Rafinha (Coritiba) e Rivaldo (São Paulo) brilharam em jogo que suas equipes duelaram no Couto Pereira.

ATACANTES

A dupla de ataque da 12ª rodada do Troféu Armando Nogueira é de dar inveja a qualquer clube do mundo. Com atuações que encantaram até os torcedores mais nostálgicos, Ronaldinho e Neymar protagonizaram um confronto memorável na Vila Belmiro, na Baixada Santista. Em sua melhor aparição desde que chegou ao Flamengo, o gaúcho desequilibrou com três gols e um passe para Deivid marcar. O auge de sua exibição foi o gol de falta por baixo da barreira, decisivo para a conquista da primeira nota 10 deste ano. Grande joia do futebol brasileiro na atualidade, Neymar competiu à altura com o antigo melhor do mundo. O craque do Peixe fez um golaço de placa, com direito a drible humilhante no experiente Ronaldo Angelim. Além disso, fez mais um bonito gol na etapa final e deu um passe de puro improviso para Borges empurrar para o fundo da rede. Tudo isso rendeu-lhe a nota 9,5. Felipe (Atlético-GO), Marcelo Nicácio (Ceará) e Borges (Santos) cumpriram muito bem seus papéis de goleadores. Cada um fez dois gols na rodada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: