Grêmio vira sobre o Flu e encerra série de cinco jogos sem vitória

Marquinhos marca dois gols e garante o 2 a 1; Fred havia aberto o placar

Após cinco jogos – quatro empates e uma derrota -, o Grêmio voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Fechando a 16ª rodada, nesta noite de domingo a equipe treinada por Celso Roth derrotou o Fluminense de virada, por 2 a 1, no Estádio Olímpico. Foi o reencontro do treinador com a torcida gremista em sua quarta passagem pelo clube.

Fred abriu o placar para o Fluminense, mas Marquinhos – duas vezes – marcou os gols da vitória do Grêmio. Com a vitória, o Tricolor gaúcho subiu para 18 pontos e deixa a zona de rebaixamento, chegando à 14ª colocação. Já o Fluminense, que completou a quarta partida seguida fora de casa com derrota, permanece com 21, em 9º na tabela.

As duas equipes jogam às 19h30m de quarta-feira: o Fluminense recebe o Figueirense, no Engenhão, enquanto o Grêmio visita o Ceará no Presidente Vargas, pela 17ª rodada.

Vaiado, ele aplaude

Os gremistas dormiram sábado à noite na zona de rebaixamento e acordaram de mau humor. Pouca gente foi ao Olímpico, e aqueles que enfrentaram a chuva fina e o vento constante não se mostraram pacientes.

Todo o contexto climático e futebolístico teve no gol de Fred o catalisador da revolta gremista. Assim que o centroavante dos tricolores cariocas completou de cabeça uma grande jogada individual de Carlinhos, as vaias irromperam nas arquibancadas. E um dos principais alvos da crítica dos torcedores foi o meia Marquinhos. Ao errar um passe, o estádio veio abaixo.

Logo depois, entretanto, contou com assistência de Lúcio e empatou. Na comemoração, Marquinhos correu na direção do setor para sócios – de onde habitualmente partem as manifestações de mais ostensiva contrariedade – batendo palmas, como quem pede incentivo.

Ainda no primeiro tempo, ele acertou o ângulo em cobrança de falta, virando para 2 a 1. Resultado parcial contrastante com o predomínio territorial do Fluminense, que terminou a etapa inicial com 63% da posse de bola, mas apenas três finalizações.

Duas estreias

Com Martinuccio, e sem Souza, Abel Braga modificou o Fluminense para o segundo tempo, proporcionando a estreia do argentino, ex-jogador do Peñarol. Poucos minutos depois, outra estreia foi assistida no Olímpico: o centroavante Brandão substituiu André Lima.

Os cariocas permaneceram com boa posse de bola, mas o Grêmio agregou qualidade aos contra-ataques. Principalmente quando outro argentino, Miralles, foi chamado por Celso Roth. Ele e Brandão tramaram boas tabelas e arriscaram chutes, o que não vinha acontecendo.

Os goleiros, que pouvo haviam participado na partida, começaram a sujar o uniforme no gramado molhado. Diego Cavalieri ainda contou com a sorte, vendo chutes perigosos de Brandão e Miralles passarem perto.

E Victor, com muitas intervenções em jogadas altas – o Fluminense contava com Fred e Rafael Moura na área -, conseguiu assegurar a vitória em casa para o Grêmio.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: