Bota garante Engenhão na última rodada. Fla e Vasco preferem esperar

Assumpção afirma que clássico com o Flu será no estádio caso ainda brigue por algo. Patrícia e Dinamite passam decisão para órgãos de segurança

A CBF divulgou na última segunda-feira a tabela com datas e horários das partidas do Brasileirão até a 37ª rodada, e deixou em aberto a situação para os jogos que vão decidir o título, no dia 4 de dezembro. A indefinição manteve a dúvida sobre os estádios que abrigarão os clássicos carioca da última rodada. Com os quatro grandes na briga pelo título, Botafogo x Fluminense e Vasco x Flamengo não poderiam ser realizados simultaneamente no Rio de Janeiro, o que levantou a dúvida sobre quem terá a prioridade no Engenhão. E o Glorioso, administrador do local, não abre mão de jogar em sua casa.

patricia amorim mauricio assumpção e roberto dinamite evento rio (Foto: Cahê Mota / Globoesporte.com)

Nesta terça-feira, em evento no centro do Rio de Janeiro que participou com representantes de todos os clubes grandes do Rio, o presidente alvinegro Maurício Assumpção tratou o caso com naturalidade e garantiu: caso esteja na briga pelo troféu de campeão ou por uma vaga na Libertadores, o Botafogo não abre mão do estádio.

– Em condições normais e de igualdade, com todos disputando título ou Libertadores, a preferência é do Botafogo jogar no estádio dele. Ponto final. Não temos dúvidas, nem a Federação, nem a CBF. Se não for assim (com todos brigando por objetivos até o fim), vamos estudar caso a caso. De resto, é ponto pacífico. Como está hoje, Botafogo e Fluminense jogam no Engenhão.

A posição, no entanto, foi recebida com precaução por vascaínos e rubro-negros. Para Roberto Dinamite, a decisão cabe aos órgãos de segurança.

– Essa decisão passa muito pela área de segurança, com polícia militar e corpo de bombeiros. Não somos nós que decidimos.

Patrícia Amorim tem a mesma opinião do mandatário cruz-maltino. Na opinião da presidente do Flamengo, independentemente do local, o fundamental é que os torcedores possam acompanhar a rodada decisiva tranquilos.

– Ele (Maurício Assumpção) não abre mão por ser dono do estádio. Mas, ao mesmo tempo, eu não sei onde vamos jogar. Se a coisa continuar da forma que está, inpendentemente de quem está na frente, qual é o estádio que vai oferecer segurança? O GEP vai dar essa segurança? É essa a questão, não apenas de logística, de ser dono do estádio. Não sei como vou fazer.

Patrícia não descartou nem mesmo tirar o clássico do estado, apesar de o mando ser do Vasco.

– Por mim, seria ótimo. Para o Flamengo, jogar em outra praça é sempre muito bom. O que pontua essa decisão é a segurança do torcedor. Não podemos jogar com os portões fechados.

Na última rodada, todas as partidas acontecerão na mesma data e horário, o que impossibilita a realização dos clássicos em um mesmo município por ordem dos órgãos de segurança pública.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: