Abel, sobre Fla-Flu: ‘Não estava dentro dos padrões normais’

Técnico do Flu comparecerá ao tribunal para ser julgado pelo STJD nesta terça-feira devido à súmula do clássico conter insultos seus ao árbitro

Abel Braga passará pelo julgamento do STJD nesta terça-feira devido a insultos relatados pelo árbitro Felipe Gomes da Silva na súmula do Fla-Flu. Porém, oito dias depois do jogo, o técnico do Fluminense ainda não consegue explicar o motivo de ter sido expulso de campo no Engenhão e ainda levanta suspeitas sobre os “padrões” da arbitragem.

– Meu problema foi a forma com que o quarto árbitro se dirigiu a mim. Ele poderia me pedir para voltar à área técnica. Até agora não sei porque fui expulso. Claro que exagerei, mas é simples explicar. No primeiro turno (contra o Fluminense), Airton não tomou nem um cartão amarelo. Nesse jogo, houve aquele probleminha no final do jogo, entre Renato e o Moura, que foi mostrar a boca sangrando para o árbitro. Ele disse que resolveria no segundo tempo e não o fez. Ali, senti que existia alguma coisa que não estava dentro dos padrões normais – afirmou Abel, em entrevista à Rádio Brasil.

De acordo com o técnico, vai ser a primeira vez que voltará a um tribunal depois de quatro anos. Por isso, acredita que sua palavra terá um peso maior. Rafael Moura e Renato também serão julgados nesta terça-feira.

– Fiquei com medo de que um jogador meu tentasse revidar com o árbitro pelos empurrões que ele deu no Moura. Vou falar exatamente isso no tribunal amanhã. Não vou mentir, falar historinha. Tem quatro anos que eu não entro num tribunal, acho que isso deve ter um pouquinho de peso – concluiu.

Anúncios

Depois de show, Fred ganha folga no Fluminense

Atacante volta aos treinamentos neste sábado, antes da partida contra o Palmeiras

Fred ganhou um dia de descanso da comissão técnica do Fluminense e ficou fora do treino desta sexta-feira nas Laranjeiras. O atacante tirou folga depois de atuação de gala na vitória sobre o Coritiba.

O jogador atuou na partida de quinta-feira à noite depois de chegar à concentração do Fluminense por volta das quatro da manhã, vindo do México, onde a Seleção Brasileira disputou amistoso.

Fred é esperado no treino da manhã deste sábado, nas Laranjeiras. Na sequência, o time viaja para São Paulo, onde enfrenta o Palmeiras, domingo.

Lanzini deixa o Fla-Flu para trás e pede para o Tricolor ‘seguir adiante’

Argentino diz que o Flamengo não mereceu a vitória, coloca um ponto final nas polêmicas do clássico e pede foco total na partida contra o Coritiba

O Fla-Flu do último domingo não deixou boas recordações nas Laranjeiras. Além da derrota, os jogadores reclamaram muito da atuação do árbitro Felipe Gomes da Silva. O técnico Abel Braga chegou a xingar o juiz da partida. O caso foi relatado na súmula e pode gerar uma punição ao treinador tricolor. Apesar de todos os problemas, o argentino Lanzini preferiu colocar um ponto final nas polêmicas. Após o treino desta segunda-feira, nas Laranjeiras, o camisa 11 do Fluminense repetiu o mantra “temos que seguir adiante” pelo menos três vezes durante a entrevista coletiva.

– O resultado não foi favorável e ficamos chateados, é claro. O Flamengo não teve méritos para vencer. Ganharam com dois gols no fim. O mais justo era outro resultado. Mas futebol é assim, tem alegrias e tristezas. Temos de seguir adiante e pensar no Coritiba. Precisamos jogar como no clássico – disse o apoiador.

Contra o Flamengo, Lanzini marcou o seu segundo gol como profissional e esteve perto de sair de campo como herói da vitória tricolor. Apesar do revés no fim, o apoiador comentou os minutos de felicidade e a boa atuação dos argentinos no clássico.

– Seria muito bom fazer o gol da vitória. Tive uma alegria enorme e logo depois uma tristeza. Acontece. Assim como eu, o Bottinelli também foi bem e fez dois gols – frisou.

O Fluminense volta a campo nesta quinta-feira, para enfrentar o Coritiba, às 20h30m (de Brasília), no Engenhão, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com 44 pontos, o Tricolor ocupa a sexta posição na competição.

Árbitro relata ofensas de Abel na súmula. Rafael Moura não é citado

Segundo Felipe Gomes da Silva, técnico do Fluminense o acusou de ‘estar com a camisa vermelha e preta por baixo’ no clássico contra o Flamengo

O árbitro Felipe Gomes da Silva detalhou na súmula do Fla-Flu as ofensas de Abel Braga, expulso no fim do segundo tempo. Segundo o juiz, o treinador gritou palavrões várias vezes e disse que Felipe ‘estava com a camisa vermelha e preta por baixo’. Rafael Moura, que partiu para cima do juiz logo depois da expulsão de Souza, não é citado na súmula.

Confira abaixo o relato na íntegra:

“Expulsei do banco de reservas, aos 45 minutos do segundo tempo, o técnico do Fluminense F.C., Sr. Abel Carlos da Silva Braga, após ser chamado pelo quatro árbitro, Sr. Pathrice Wallace Corrêa Maia, este relatou-me ter sido ofendido com as seguintes palavras: “Não vou para a área técnica não, seu safado, filho da p…, vai para o c…, seu ladrão”. Estas ofensas ocorreram no momento em que o quarto árbitro pediu que o técnico em questão retornasse à área técnica, pois o mesmo estava fora dela questionando uma decisão da arbitragem. Por tal motivo foi expulso e após a expulsão ainda permaneceu ofendendo ao quatro árbitro, conforme este me relatou: “Você é um safado, seu ladrão, eu não vou sair, quero ver me tirar. Foi chamado o policialmente para sua retirada, mas o mesmo continuou nos arredores do campo. Ao término da partida o referido técnico invadiu o campo em direção ao quarteto de arbitragem e dirigiu-se a mim com o dedo em riste. Proferindo as seguintes palavras: Safado, sem vergonha, tira a camisa vermelha e preta que está por baixo, filho da p…”

Pacotão da rodada#28: Corinthians assume a liderança; Flamengo sobe

Diante do maior público da rodada, Timão vence o Atlético-GO e volta à ponta. Fla vai para quarto depois de virada sobre o Flu no finzinho do jogo

A 28ª rodada foi especial para o torcedor corintiano. Com a derrota do Vasco para o Internacional no Beira-Rio, bastava o Timão derrotar o Atlético-GO para voltar à liderança do Campeonato Brasileiro. E o triunfo veio, 3 a 0, acompanhado da estreia de Adriano, hoje Imperador da Fiel, que entrou aos 34 minutos do segundo tempo. Festa completa no Pacaembu, com 33.609 pagantes, o maior público da rodada. Agora são 51 pontos conquistados, um à frente do Vasco.

No Engenhão, um Fla-Flu daqueles inesquecíveis, que nem o tempo apagará. A primeira etapa pouco movimentada deu a falsa impressão do que seria o clássico. Mas os cinco gols no segundo tempo e a virada do Flamengo aos 44 minutos colocaram a partida na lista de jogos memoráveis do clássico. E com um personagem principal: o argentino Botinelli, que saiu do banco de reservas para resolver a partida para o time rubro-negro com dois gols. Sorte de Junior Cesar, que não foi nada bem e teve 15 passes errados, recordista do quesito na rodada.

Para alguns jogadores, o bom desempenho não foi suficiente para evitar a derrota de seus times. Fernando Prass, do Vasco, fez sete defesas difíceis, mas o Vasco perdeu para o Inter por 3 a 0. Com seis roubadas de bola, Fernando, do Grêmio, e Deivid, do Atlético-PR, se destacaram, mas não saíram vitoriosos de campo. Derrotas, respectivamente, para Coritiba, por 2 a 0, e Avaí, 3 a 0. Já o pior público da rodada ficou para o melancólico América-MG x Atlético-MG. Foram 752 pagantes num 0 a 0 de entristecer qualquer torcedor.

As estatísticas e os selos da 28ª rodada. Confira!

pacotão da rodada 28 - 2  (Foto: arte esporte)
header pacotao golaço da rodada (Foto: arteesporte)

 

Bottinelli, do Flamengo

O meia argentino, numa bomba de fora da área que chegou a 146 Km/h, dá a vitória no Fla-Flu ao time rubro-negro, aos 44 minutos do segundo tempo. Bottinelli já havia marcado o gol de empate três minutos antes, em cobrança de falta de longa distância.

header pacotao defesa da rodada (Foto: Editoria de Arte / Globoesporte.com)

 

Rafael, do Santos

Em chute forte do atacante Fernandão na área, que mais parecia um foguete, o goleiro Rafael espalma a bola para escanteio. Uma defesa de explosão e muito reflexo, aos 36 minutos do segundo tempo, quando o Santos já vencia a partida por 1 a 0.

header pacotao sarrafo da rodada (Foto: arteesporte)

 

Fellipe Bastos, do Vasco

O jogador da equipe cruz-maltina, que substituiu Eduardo Costa ainda no primeiro tempo, acerta um carrinho muito violento em D’Alessandro. O juiz Alício Pena Júnior não marca nem a falta sobre o meia argentino da equipe colorada.

header pacotao gol mais perdido da rodada (Foto: arteesporte)

Lincoln, do Avaí

O meia faz bela tabela com Rafael Coelho, mas se desequilibra e chuta por cima da meta de Renan Rocha, aos 29 minutos do segundo tempo. Seria o quarto gol do Avaí e seu segundo no jogo.

header pacotao erro da rodada (Foto: arteesporte)

 

Paulo Henrique de Godoy Bezerra, árbitro de Cruzeiro 3 x 3 São Paulo

A partida, disputada antecipadamente na quarta-feira, teve dois equívocos da arbitragem. O juiz Paulo Henrique de Godoy Bezerra marcou erradamente um pênalti a favor do São Paulo, de Fábio em cima de Cícero, e anulou gol legal de Luís Fabiano.

header pacotao mico da rodada (Foto: arteesporte)

 

Bernard, do Atlético-MG

O que era para ser uma falta ensaiada do Atlético-MG se transformou no mico da rodada. Bernard finge que vai ajeitar a bola e a rola para Magno Alves, sem que o atacante estivesse atento para a jogada. Bernard, então, conseguiu enganar apenas o próprio companheiro. É, quando a fase não é boa…

Maracanã: secretária diz que edital de concessão será aberto em 2012

Márcia Lins afirma que clubes estarão envolvidos no procedimento, mesmo que não participem, e que torce por abertura da Copa de 2014 em São Paulo

Antes mesmo do término das obras no Maracanã – previsto para fevereiro de 2013 -, o Governo do Rio de Janeiro deve abrir o edital de concessão do estádio. Durante a inauguração da nova sede da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) nesta terça-feira, a secretária de Esportes e Lazer, Márcia Lins, revelou que todo o processo para a abertura do edital deve estar finalizado até o segundo semestre de 2012.

– Acredito que antes do término das obras do Maracanã abriremos o edital para a concessão do estádio. Provavelmente, até o segundo semestre do ano que vem o edital será lançado – disse a secretária.

obras maracanã (Foto: André Durão / Globoesporte.com)

Márcia Lins, que representou o governador Sergio Cabral no evento, ponderou que ainda não foram definidos quais serão os moldes da concessão e qual será o formato de operação do consórcio que assumirá o Maracanã. No entanto, a secretária frisou que, mesmo que fiquem de fora do processo de concessão, os clubes não serão prejudicados e devem participar de alguma maneira do procedimento. Márcia também ressaltou que o consórcio que adquirir o Maracanã terá que respeitar todos os compromissos já assinados pelo Governo do Rio de Janeiro com a Fifa.

Marcia Lins, secretária de Esportes e Lazer do Rio de Janeiro (Foto: Marcelo Baltar / Globoesporte.com)

– O Maracanã é um estádio público. Ainda não definimos como funcionará a concessão e como será o modo de operação. Mesmo que os clubes não participem do edital, eles estarão envolvidos de alguma forma. E é claro que o consórcio que vencer terá de respeitar todos os acordos feitos com a Fifa, durante a Copa das Confederações, antes da competição e durante a Copa do Mundo.

Márcia Lins também falou sobre a expectativa para a abertura do Maracanã, garantiu o estádio na Copa das Confederações de 2013 e afirmou que o local será uma grande atração no Brasil.

– O Maracanã ficará pronto no máximo até fevereiro de 2013 e será um case para o Brasil. Imagina um estádio como o Maracanã, com toda sua história, quase um museu do futebol, com toda a tecnologia inédita no Brasil, modernização e segurança de um estádio que vai receber a final da Copa do Mundo.

Sobre a possibilidade de o Rio de Janeiro também receber a abertura da Copa do Mundo, Márcia Lins disse que essa não é a prioridade do estado neste momento e surpreendeu ao revelar sua torcida por São Paulo. No entanto, colocou o Rio de Janeiro à disposição da Fifa para a abertura.

– Isso não está em pauta, mas um estádio que vai receber a final da Copa do Mundo tem condições de receber qualquer evento. Vocês podem até não acreditar, mas torço por São Paulo, a capital econômica do Brasil. Também torço por outros estádios. Recebemos o sorteio das eliminatórias da Copa do Mundo, vamos sediar o IBC (centro de mídia) durante o Mundial, teremos a final da Copa no Maracanã e vamos receber diversos jogos de outras fases da competição. Mas é claro que se for bom para a logística da Copa, para a Fifa e para o Brasil, o Rio de Janeiro estará pronto para receber a abertura.

A Fifa revelará no dia 20 de outubro a cidade que abrigará o primeiro jogo da Copa do Mundo de 2014 e todo o calendário de partidas do torneio e da Copa das Confederações.

BRASIL x COSTA RICA – Transmissão ao vivo!!

https://i1.wp.com/www.blogsports.com.br/wp-content/uploads/2009/10/brasil-x-costa-rica.jpg
https://i0.wp.com/lh6.ggpht.com/-WPwmF8HwX0s/TkaVwFdle-I/AAAAAAAABkY/TYwjOY-0VNM/1.jpg

%d blogueiros gostam disto: