Fluminense pedirá efeito suspensivo para técnico Abel Braga nesta quinta

Mário Bittencourt entrará com recurso diante das punições ao treinador e ao atacante Rafael Moura, mas não tentará efeito suspensivo para o He-Man

O Fluminense vai fazer de tudo para ter o técnico Abel Braga no banco de reservas nas últimas oito rodadas do Campeonato Brasileiro. Nesta quinta-feira, o advogado tricolor Mário Bitencourt vai entrar com um recurso no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para tentar diminuir as suspensões recebidas pelo treinador (quatro jogos) e pelo atacante Rafael Moura (dois jogos) por causa das polêmicas do último Fla-Flu. Depois de uma reunião com a diretoria e a comissão técnica, no entanto, ficou definido que o Tricolor só tentará o efeito suspensivo para o seu comandante.

abel stjd fluminense (Foto: Thiago Fernandes/Globoesporte.com)

– Vamos recorrer das duas decisões do STJD, mas só vamos entrar com o pedido de efeito suspensivo para o caso do técnico Abel Braga. E acredito que temos boas chances de obter sucesso. Queremos o nosso comandante na beira do campo – explicou o advogado Mário Bittencourt, na noite da última quarta-feira, durante o coquetel de lançamento do curso de gestão desportiva do Instituto de Aprimoramento Jurídico (IAJ), do qual o mesmo é um dos professores e cordenadores.

Decisão em conjunto entre diretoria, comissão técnica e jurídico

O pensamento tricolor é simples: a pena de dois jogos de suspensão para Rafael Moura pela cusparada em Renato Abreu já foi considerada uma vitória pelo departamento jurídico do clube. Por mais que ele não possa ser escalado no próximo sábado, contra o Atlético-MG, no Engenhão, justamente quando o titular Fred também está suspenso, no caso pelo terceiro cartão amarelo, o jurídico, a comissão técnica e a diretoria entenderam que o cumprimento da pena agora diminui o risco de perdê-lo nas rodadas finais do Campeonato Brasileiro, o que aconteceria se o clube conseguisse o efeito suspensivo e o jogador fosse obrigado a cumprir a pena mais adiante. A tendência é que a Procuradoria do STJD também recorra da decisão para mudar a punição. Mas nesse caso, o jurídico tricolor poderá usar em sua defesa o fato de que o atleta já terá cumprido parte da sanção.

Antes mesmo da reunião de Bittencourt com a comissão técnica, Abel já tinha dado a pista de que tentar o efeito suspensivo para Rafael Moura podia não ser a melhor opção. Ainda mais porque a ausência do jogador será mais sentida, de fato, em apenas um jogo. Contra o Ceará, no dia 29 de outubro, em Fortaleza, Fred estará de volta ao time.

– E depois ele corre o risco de pegar mais jogos? Seria importante contar com ele agora, é claro. Mas tenho dois jogadores por posição. E se perdermos o Fred por contusão? Ficar sem o Rafael mais para frente seria pior ainda. É preciso ter coerência. Se não podemos criar um problema ainda maior para a reta final do Brasileiro – disse o treinador durante a entrevista coletiva da última quarta-feira.

Sem Fred e Rafael Moura, que marcaram quase 50% dos gols do Fluminense na temporada 2011, Abelão terá de quebrar a cabeça para escalar o ataque tricolor diante do Galo. A tendência é que Rafael Sobis jogue como homem de referência, função que já exerceu no Internacional, em 2005. A outra vaga é disputada por Martinuccio e Ciro, com vantagem para o primeiro, que entrou bem na vitória sobre o Palmeiras e deu a assistência para o gol da vitória. Já Marquinho, também suspenso, deve dar lugar a Lanzini. A provável escalação tricolor é: Diego Cavalieri, Mariano, Leandro Euzébio, Márcio Rosário e Carlinhos; Edinho, Valencia (Diguinho ou Fernando Bob), Deco e Lanzini; Martinuccio e Rafael Sobis.

Líder isolado do segundo turno com oito vitórias nos últimos onze jogos, o Fluminense ocupa a quinta posição do Campeonato Brasileiro, com 50 pontos.

Anúncios

Rival na Libertadores, Martinuccio já projeta o reencontro com Neymar

Derrotado na final com o Peñarol, argentino diz que é sempre bom ver o atacante santista jogar e sofre com o calor de Volta Redonda: ‘Muito quente’

De um lado o argentino Martinuccio, destaque da última Libertadores. Do outro, Neymar, campeão da competição pelo Santos. O primeiro confronto foi na decisão do torneio sul-americano, em junho, e teve o brasileiro como vencedor. O reencontro será neste sábado, quando o Fluminense receberá a equipe da baixada santista, em Volta Redonda, às 18h (de Brasília), pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Clima de revanche no ar? Nem um pouco. Segundo “El Negro”, é sempre um prazer ver o craque do Santos jogar.

– Neymar é um grande jogador, cobiçado pelos melhores clubes europeus. Nos enfrentamos na final da Libertadores e ele levou a melhor. Mas é sempre bom vê-lo em campo. Assim como o Lucas, do São Paulo. Temos que desfrutar sempre dessas oportunidades – disse.

Contratado no último dia da janela de transferências internacionais com status de craque após as suas exibições na Libertadores, Martinuccio ainda procura o seu espaço no time titular do Fluminense. Desde que foi contratado, o argentino nunca começou jogando uma partida com a camisa tricolor. O motivo, segundo ele, é o melhor elenco do qual já fez parte.

– Sei da qualidade de nossos companheiros. O elenco é muito bom. É o melhor que já fiz parte em minha carreira. Estou contente e tento sempre aprender com todos. Para quando eu tiver a chance de jogar me sair bem. Estou tranquilo. Se o Abel me colocar pra jogar, jogarei com toda a confiança possível. Estou pronto para dar tudo de mim e ajudar o Fluminense a ganhar sempre – explicou o camisa 25, que sofreu com o calor de Volta Redonda.

– É muito quente aqui (risos).

Com cinco vitórias nos últimos sete jogos, o Fluminense tem 41 pontos no Brasileirão e ocupa a quinta posição na competição, já na zona de classificação para a Libertadores.

Fred faz ‘trabalho’ no Santos: ‘Borges com cãimbra, Neymar cansado…’

Atacante do Fluminense brinca que não esqueceu do duelo com o Peixe, sábado, e tratou de garantir o desgaste dos companheiros de Seleção

O Superclássico das Américas concentrou as atenções no meio de semana sem partida pelo Campeonato Brasileiro. Convocados para defender a Seleção, três jogadores do Santos e um do Fluminense vão duelar em dois dias, no Engenhão. De olho na disputa pelo título e pela vaga na Libertadores, Fred se antecipou e não perdeu tempo: em tom de brincadeira, no desembarque no Aeroporto Internacional Tom Jobim, garante ter feito um “trabalho” para evitar que Neymar, Borges e Rafael cheguem em boas condições no jogo.

– Fiz um “trabalho” ali e vocês viram, né? Borges com cãimbra (foi substituído pelo próprio tricolor), Neymar jogou os 90 (minutos) e saiu muito cansado. Até o Rafael (goleiro) eu peguei no treino para fazer ele pular bastante, e combinamos de ele deixar passar umas duas. A conversa foi sadia na concentração, mas avisei que se brincarem, vão tomar porrada (risos) – divertiu-se o atacante.

Vale lembrar que, no primeiro turno, na Vila Belmiro, os paulistas fizeram 2 a 1 em grande noite da dupla de ataque. Borges anotou dois gols, e a estrela da companhia, entre outras jogadas, deu um desconcertante chapéu no argentino Lanzini, lembrado até hoje.

Em quinto lugar, o Flu de Fred tem 41 pontos. Enquanto o Peixe é só o 11º, com 35, mas tem dois compromissos a menos. O Brasil, que ganhou da Argentina  por 2 a 0, em Belém, conta com o camisa 9 das Laranjeiras e Neymar na lista para pegar Costa Rica e México, nos dias 7 e 10.

Aposentado dos gramados, Washington se filia a partido político

Ex-atacante do Flu deve se candidatar a vaga na Câmara de Caxias do Sul

washington ex-fluminense filiação PDT (Foto: Alexandra Baldisserotto)

Menos de um ano depois de anunciar sua aposentadoria do futebol, Washington entra na carreira política. O ex-atacante do Tricolor se filiou ao PDT e tentará uma vaga na Câmara de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, nas eleições de 2012.

– Tive uma história transparente e digna no futebol, caminhada que pretendo repetir na vida política – afirmou Washington ao site do partido.

A aproximação com o partido político se deve, segundo o ex-atleta, à trajetória e ênfase da sigla no tema da educação.

Fred será reavaliado, mas não deve desfalcar Flu contra o Botafogo

Atacante recebeu pancada em choque com Leo na derrota para o Santos e será reavaliado antes nesta sexta. Departamento médico está confiante

Já sem Marquinho, suspenso, e Valencia, com lesão na região posterior da coxa esquerda, o Fluminense pode ter mais um desfalque para o clássico com o Botafogo, sábado, às 18h (de Brasília), no Engenhão, pela 19ª rodada do Brasileirão: Fred. O atacante, que recebeu uma pancada na coxa direita na derrota por 2 a 1 para o Santos, quarta-feira, fez apenas tratamento com fisioterapeutas nesta quinta, nas Laranjeiras, e será reavaliado para saber se terá condições de entrar em campo. Internamente, o jogador descarta a possibilidade de não entrar em campo.

Fred feriu o local em dividida com Leo no início do segundo tempo diante do Peixe e teve que ser substituído por Rafael Sobis. O departamento médico tricolor, no entanto, está otimista quanto ao aproveitamento do capitão contra o Botafogo. A atividade marcada para a manhã de sexta será decisiva para o atacante. Caso seja vetado, a tendência é que o Sobis faça dupla com Rafael Moura no clássico de domingo.

Outro que se lesionou diante do Peixe, mas não teve a mesma sorte, foi o volante Valencia. Também substituído na etapa final na Vila Belmiro, o colombiano está vetado e realizará exames para saber a gravidade do problema. Diogo e Fernando Bob são as opções de Abel Braga para o seu lugar. Para vaga de Marquinho, suspenso, a expectativa é que Souza seja o escolhido.

Com 25 pontos, o Fluminense é o nono colocado no Campeonato Brasileiro.

Armandão: Rafael Moura usa a força de He-Man para ser craque da rodada

Atacante fez dois gols na vitória do Fluminense sobre o Figueirense e deu novo fôlego ao Tricolor carioca. Emerson ajuda o Timão a manter liderança

Rafael Moura tem a força para tirar o Fluminense da crise que já estava praticamente instalada nas Laranejiras. Com o apelido de He-Man, o atacante tricolor mostrou mais uma vez seus poderes, desta vez na vitória por 3 a 0 sobre o Figueirense, e foi eleito o craque da 17ª rodada com base nas notas do Troféu Armando Nogueira. Por conta dos dois gols que converteu e a assistência que deu para o Edinho marcar, o camisa 10 do Flu liquidou a defesa catarinense. A atuação de gala rendeu a nota 8,5 para o jogador, que vem dando conta do recado toda vez que o badalado Fred é ausência no time dirigido pelo técnico Abel Braga.

Com belas exibições de vários clubes, a seleção da rodada é representada por jogadores de oito agremiações diferentes. Coritiba, Vasco e Atlético-GO têm dois atletas cada no time deste meio de semana. Curiosamente, os três tiveram vitórias expressivas fora de casa, sendo mais impressionante a do Dragão, que goleou e tirou a invencibilidade do Flamengo no Engenhão.

Vale lembrar que a seleção do campeonato é montada após a apuração das médias de todos os jogadores que disputaram ao menos 13 partidas no Brasileirão.


GOLEIRO

Um dos alicerces da excelente temporada do Coritiba, o goleiro Edson Bastos se utilizou da sua experiência para ser decisivo na difícil vitória do Coxa sobre o Santos por 3 a 2, na Vila Belmiro. Além de boas intervenções durante a partida, ele pulou como um gato quando o confronto estava empatado por 2 a 2 para catar o pênalti cobrado por Borges, artilheiro do Campeonato Brasileiro com dez gols. Por conta desta defesa em momento crucial, o camisa 1 alviverde foi apontado como o melhor de sua posição na rodada e recebeu a nota 8. Marcelo Lomba (BAH), Fernando Prass (VAS) e Diego Cavalieri (FLU) também se destacaram.

LATERAL-DIREITO

Depois de conviver com algumas lesões no primeiro semestre, Fagner parece ter voltado ao seu melhor futebol com a camisa do Vasco. Na quarta-feira, o lateral-direito foi uma fundamental arma ofensiva da equipe de Ricardo Gomes na boa vitória por 2 a 0 sobre o Avaí. Foi de seus pés que surgiu o primeiro gol cruz-maltino. O lindo passe deixou Diego Souza à vontade para marcar. Por tudo isso, Fagner faturou a nota 7. Wagner Diniz (Atlético-PR) e Nei (Internacional) foram importantes nos triunfos de seus clubes.

ZAGUEIROS

Dedé está definitivamente na moda. O zagueirão do Vasco é sinônimo de regularidade e impõe respeito aos adversários. Com mais uma atuação soberana na zaga, o mais novo defensor da Seleção Brasileira ainda encontrou tempo para ajudar o ataque e anotar o seu sétimo gol na temporada nos 2 a 0 diante do Avaí. O ídolo vascaíno recebeu a nota 7,5. Quem conquistou a mesma avaliação foi Anderson. O zagueiro do Atlético-GO figura na seleção da rodada pela segunda vez na competição por ter brecado a maioria das ações ofensivas do ataque do até então invicto Flamengo. Nem mesmo Deivid, um dos goleadores do Brasileirão, conseguiu ver a cor da bola. Rodrigo Moledo (INT), Anderson Martins (VAS) e Gilson (ATG) também cumpriram bem seus papéis de xerifes.

LATERAL-ESQUERDO

Mais nova revelação da base do Internacional, o garoto Zé Mário tem demonstrado que chegou ao time profissional para ficar. Aos 19 anos e volante de origem, ele assumiu a responsabilidade de substituir o experiente Kléber na lateral esquerda e revelou todo o seu potencial. Foi dele o cruzamento que culminou no gol de Leandro Damião após desvio de Jô. A joia colorada ganhou a nota 7. Welder (Corinthians) e Carlinhos (Fluminense), ambos destros, foram outros destaques da posição.

VOLANTES

Marcadores e goleadores. Pelo menos nesta rodada, Léo Gago e Cléber Santana, ambos do futebol paranaense, assumiram dupla função e fizeram os gols que acarretaram nas vitórias dos arquirrivais Coritiba e Atlético-PR, respectivamente. Na teoria, a tarefa do Coxa foi mais árdua. O vice-campeão da Copa do Brasil bateu o Santos de virada em plena Vila Belmiro. Além de marcar Neymar, Ganso & Cia., Léo Gago puxou o contra-ataque e marcou um belíssimo gol com seu potente chute de canhota, ganhando assim a nota 7,5. Com pontuação igual e o mesmo caráter decisivo, Cléber Santana lutou do início ao fim e foi premiado nos acréscimos com o gol que decretou o triunfo do Furacão por 2 a 1 sobre o Cruzeiro, num belo arremate cruzado. Rômulo (VAS), Eusébio (CEA), Edinho (FLU) e Pituca (ATG) representaram muito bem os seus times na 17ª rodada e ganham menção honrosa.

MEIAS

Camisa 10 de estilo clássico, Thiago Humberto vem comandando com maestria a criação das jogadas do Ceará. Na goleada do Vozão por 3 a 0 sobre o Grêmio, o canhoto foi decisivo nos dois gols do atacante Marcelo Nicácio, sendo com uma assistência e um chute que redundou no rebote do goleiro. A exibição fez valer a subida nota 8. Meio ponto abaixo, mas não menos importante para o sucesso de sua equipe na rodada, Ernandes contou com a sorte para brilhar na humilhante vitória do Atlético-GO sobre o Flamengo (4 a 1). Sua escalação como titular deveu-se à suspensão do volante Agenor. Sendo assim, Bida foi recuado para a função de marcador e liberou Ernandes para armar ao lado de Thiaguinho. E a oportunidade foi agarrada da melhor maneira. Com um passe milimétrico para o gol de Juninho, a surpresa do técnico Hélio dos Anjos tornou-se peça-chave para o Dragão no Engenhão. No segundo tempo, ele voltou a aparecer com destaque num lindo drible por entre as pernas do zagueiro Welinton. Marcinho (CAP) e Lanzini (FLU) foram valiosos para que seus times conquistassem três pontos na última quarta-feira.

ATACANTES

Sem a assiduidade de Fred nas partidas do Fluminense, Rafael Moura tomou para si a responsabilidade de ser o homem decisivo do Tricolor. No convincente triunfo por 3 a 0 sobre o Figueirense, o He-Man agiu como um verdadeiro super-herói ao exercer multifunções. Foi garçom no primeiro gol ao servir Edinho. Guerreiro ao roubar a bola e partiu com ela até o caminho da rede no segundo. E, por fim, letal ao cabecear fora do alcance de Wilson no terceiro tento do Flu. A nota 8,5 transformou o atacante no craque da 17ª rodada. O caso de Emerson também teve a sua dose de heroísmo. O Sheik teve apenas 45 minutos para tirar o Corinthians de uma situação complicada – o Atlético-MG vencia por 2 a 0 – e o fez com extrema categoria. Além de marcar o gol que deu início à reação, ele sofreu dois pênaltis e ainda deu o passe que deixou Liedson livre para virar o placar e manter a liderança do Timão. A grande atuação rendeu a nota 8. Marcelo Nicácio (CEA), Borges (SAN) e Anselmo (ATG) são outros centroavantes que se destacaram no meio de semana.

Leandro Euzébio e Araújo voltam a treinar no gramado das Laranjeiras

Zagueiro e atacante se recuperam de lesões. Depois de fazer reforço muscular durante o treinamento da manhã, Deco corre ao redor do campo

Fora do time desde a quarta rodada do Campeonato Brasileiro, o zagueiro Leandro Euzébio está em fase final de recuperação de inflamação no joelho direito, mesmo local em que o jogador realizou uma artroscopia no início da temporada. Ele reapareceu no gramado das Laranjeiras na tarde desta terça-feira, mas só realizou o aquecimento ao lado do restante do elenco e logo voltou ao vestiário para continuar fisioterapia. Outro que voltou a correr ao redor do gramado foi o atacante Araújo, que se queixa de dores na coxa direita há algumas semanas.

Sem atuar desde a vitória por 2 a 1 sobre o Cruzeiro, no Engenhão, Araújo estava escalado entre os titulares para a estreia do técnico Abel Braga, contra o Corinthians, no último dia 12 de junho. No entanto, foi vetado horas antes de a bola rolar por causa de um estiramento na coxa direita. O jogador já se recuperou do problema, mas as dores no local persistiram.

Deco treina separado do elenco

Depois de realizar trabalhos específicos na academia durante a manhã, Deco foi a campo na parte da tarde, mas não treinou ao lado dos companheiros. Enquanto os jogadores realizaram exercícios físicos sob a supervisão do preparador físico Jefferson Souza, Deco correu ao redor do gramado ao lado de Araújo e Fernando Bob. O atacante Rafael Moura  foi outro a ter atenção especial. Como de costume, ele realizou trabalhos específicos de explosão e agilidade com o preparador Marcelo Chirol.

Com 12 pontos em nove jogos e ocupando a 12º posição no Campeonato Brasileiro, o Fluminense volta a campo no próximo domingo, às 16h (de Brasília), para enfrentar o Palmeiras, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

%d blogueiros gostam disto: