Com gastroenterite, Cavalieri passa a ser dúvida para pegar o América-MG

Goleiro já está recuperado da gripe que o tirou de alguns treinos na semana, mas deixou o clube para fazer exames e não tem presença garantida no jogo

O técnico Abel Braga pode ganhar um desfalque de última hora para a partida do próximo sábado, contra o América-MG, às 19h (de Brasília), no Engenhão, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Já recuperado da gripe que o tirou de alguns treinos da semana, o goleiro Diego Cavalieri reclamou de gastroenterite – infecção que atinge o sistema gastrointestinal – e deixou as Laranjeiras em direção à uma clínica particular para realizar exames. A tendência é que o camisa 12 siga direto para a concentração tricolor, mas sua participação diante do Coelho ainda depende do resultado dos exames.

Caso Cavalieri não tenha condições de jogo, Ricardo Berna será o substituto. O goleiro reserva não atua desde o dia 12 de junho, na derrota por 2 a 0 para o Corinthians, no Pacaembu, em partida que marcou a reestreia do técnico Abel Braga no comando do tricolor. Em 2010, no entanto, o arqueiro assumiu a posição a dez rodadas do fim do Brasileirão e foi um dos destaques na reta final da campanha do tricampeonato brasileiro.

Tirando a dúvida no gol, a escalação do Fluminense para enfrentar o Coelho já está definida. Com o retorno de Fred, que foi poupado na vitória sobre o Internacional, o Tricolor irá a campo com: Diego Cavalieri (Ricardo Berna), Mariano, Elivélton, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Valencia, Marquinho e Lanzini; Rafael Sobis e Fred.

Com 56 pontos, o Tricolor ocupa a terceira posição do Campeonato Brasileiro e pode até assumir a liderança já neste fim de semana. Para isso, o atual campeão precisa derrotar o América-MG no sábado e ainda torcer por tropeços de Corinthians e Vasco, que enfrentam Atlético-PR e Botafogo, respectivamente, no domingo.

Um mês depois, interino (quase efetivo) do Inter reencontra o Flu

Osmar Loss diz conhecer bem o ex-clube. Ele vê o adversário como um time que foge do estilo carioca

Faz menos de um mês que Osmar Loss, então técnico dos juniores do Fluminense, aceitou um convite para retornar ao Beira-Rio, onde colecionou título na base, e comandar o time sub-23 do Inter. Ele mal podia imaginar que em poucos dias teria a responsabilidade de treinar o elenco principal do Colorado – e, entre outros jogos, em um justamente contra o Flu.

Mas aconteceu. E agora o treinador reencontra o ex-clube em um jogo muito importante para ele. Osmar Loss tem grandes chances de ser efetivado no cargo pelo Inter. Se vencer no Engenhão, dará um passo quase definitivo para isso. E ele conta com o conhecimento que tem do adversário para sair com a vitória. Loss não vê o Fluminense como um time tipicamente carioca.

– Eu estive no Fluminense um mês atrás e conheço bem os jogadores. De carioca mesmo, no time, acho que só tem o Marcio Rosário. Tem muitos gaúchos no time, muitos paulistas. Vai ser um jogo extremamente competitivo, com muita velocidade na transição do jogo. O Abel mesmo já falou que vai ser uma pena jogar no Engenhão. O gramado tira um pouco a qualidade do jogo. Mas será uma partida que cruza candidatos à Libertadores – opinou o treinador do Inter.

Osmar Loss é a contrapartida do Inter contra um clube que conhece bem os colorados. Abel Braga, o volante Edinho e o atacante Rafael Sobis são ídolos recentes dos gaúchos. Eles conhecem bem a equipe agora comandada por Loss, que tenta responder na mesma moeda.

– Conheço bem o torcedor do Fluminense. Com o tempo passando, pode forçar erros. Nosso projeto é conquistar três pontos lá.

O Inter viaja nesta quarta-feira para o Rio. O time está encaminhado. Deve ir a campo com Muriel, Nei, Bolívar, Índio e Kleber; Wilson Matias, Elton, Tinga, Andrezinho e D’Alessandro; Leandro Damião.

Inter passa a LDU e assume a liderança do ranking da Conmebol

Clube gaúcho abre mais de 30 pontos de vantagem. Atual campeão da Libertadores, Santos, em quarto, passa a ser o segundo melhor brasileiro

O Inter assumiu pela primeira vez a liderança do novo ranking da Conmebol, criado em maio e que até então era liderado pela LDU. A equipe colorada soma no momento 494,92 pontos, contra 461,07 dos equatorianos. Em terceiro vem o Estudiantes-ARG, com 453,42. Atual campeão da Libertadores, o Santos é o quarto, agora com 297,8 pontos.

O atual ranking da Conmebol conta apenas os desempenhos dos clubes nas últimas cinco temporadas e é atualizado semanalmente. No critério utilizado, vitórias, empates, classificações para fases seguintes e títulos conquistados contam pontos.

Confira os dez primeiros colocados:

1 – Internacional – 494,92 pontos
2 – LDU – 461,07
3 – Estudiantes – 453,42
4 – Santos – 297,8
5 – Cruzeiro – 297,4

6 – Libertad – 259,53
7 – Vélez Sarsfield – 255,44
8 – Independiente – 241,56
9 – São Paulo – 219,18
10 – Boca Juniors – 210,56

Reapresentação de Fred é marcada para a tarde de quarta nas Laranjeiras

Atacante volta ao clube após a disputa da Copa América pela Seleção Brasileira e deve ser titular contra o Palmeiras, domingo, em Volta Redonda

Depois de disputar a Copa América com a camisa da Seleção Brasileira, o atacante Fred já tem data para voltar às Laranjeiras. A reapresentação do camisa 9 tricolor foi marcada para esta quarta-feira, às 15h, durante o treino da tarde. A expectativa é que o jogador seja titular já no próximo domingo, contra o Palmeiras, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

Fred ganhou dois dias de folga após a eliminação da Seleção nas quartas de final da Copa América, diante do Paraguai. Após empate em 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação, o Brasil foi derrotado nos pênaltis por 2 a 0. O atacante do Fluminense foi um dos quatro jogadores a desperdiçar a cobrança. Elano, André Santos e Thiago Silva também erraram.

Durante o período em que esteve na competição sul-americana, Fred começou os quatro jogos no banco de reservas e sempre entrou no decorrer das partidas. O atacante marcou um gol, contra o Paraguai, ainda na fase de classificação. Fora desde a quinta rodada do Campeonato Brasileiro, ele desfalcou o Fluminense em quatro partidas (Avaí, Atlético-PR, Flamengo e Coritiba). Sem seu artilheiro na temporada, com 12 gols ao lado de Rafael Moura, o Tricolor teve aproveitamento de 50%, com duas vitórias e duas derrotas.

Martinuccio faz exames no Flu, mas Palmeiras tenta brecar transferência

Clube carioca espera finalizar contratação do argentino nesta terça-feira. Flu entende que pré-contrato do jogador com Palmeiras não tem validade

O Fluminense pode anunciar em breve a contratação do argentino Martinuccio. Destaque do Peñarol-URU, vice-campeão da Taça Libertadores, o meia já está no Rio de Janeiro e realiza exames médicos. Segundo fontes ligadas à diretoria tricolor, o clube das Laranjeiras espera resolver as últimas questões burocráticas até esta terça-feira para anunciar o novo reforço – a janela de transferências internacionais fecha na quarta. O Palmeiras, porém, corre contra o tempo para impedir a negociação.

Os paulistas se apóiam em um pré-contrato assinado pelo atleta e pretendem até enviar uma notificação à Fifa alertando sobre o assédio de outros clubes ao jogador. O Palmeiras quer fazer valer acordo assinado no mês passado, que tem 15 páginas e já prevê todos os salários que Martinuccio receberia nos três anos de Verdão. O pré-contrato foi registrado em Montevidéu, cidade aonde o apoiador vinha atuando pelo Peñarol. Segundo o Palmeiras, o documento teria validade a partir do dia 1º de agosto

André Sica, advogado do Palmeiras, diz que o clube não será prejudicado – recebe ou o jogador ou a multa pela quebra do pré-contrato, que é de R$ 50 milhões.

Flu considera pré-contrato irregular

O presidente alviverde Arnaldo Tirone ligou para o presidente do Fluminense, Peter Siemsen, por várias vezes, entre a noite de domingo e a manhã desta segunda-feira, mas não conseguiu falar com o colega. O palmeirense quer notificá-lo do pré-contrato, assim como já fez na Fifa, diante do interesse do Roma e da suposta má conduta de Marcelo Lombilla, agente do jogador.

– A partir do dia 1º de agosto o Martinuccio está livre, sem contrato com o Peñarol. Pode até assinar com o Fluminense, mas o Fluminense teria o ônus de pagar a multa – esclarece André Sica, advogado do Palmeiras.

O Tricolor, por sua vez, consultou advogados especialistas no assunto e entende que o contrato contém erros e não é considerado legal. Uma das justificativas é que o Peñarol não foi acionado no documento, que sequer tem uma versão em inglês.

Diante do pré-contrato considerado inválido, os cariocas estão convictos de que não precisarão dar nenhuma compensação financeira ao Alviverde. Com a ajuda da Unimed, a diretoria tricolor vai adquirir parte dos direitos econômicos de Martinuccio.

Para os jogadores, trauma do último jogo entre Coritiba e Flu é passado

A delegação alviverde prefere recordar o momento atual da equipe e esquecer o episódio que “manchou” a história do clube

Novamente o Coritiba recebe o Fluminense no Estádio do Couto Pereira. Um fato que poderia ser comum, mas a história dos dois times é marcada por um jogo trágico: A última rodada do Brasileirão de 2009, quando as duas equipes lutavam para não serem rebaixadas.

O resultado de 2 a 2 salvou o time carioca, derrubou o Coritiba e gerou uma onda de violência no campo. Torcedores invadiram o gramado, com agressão a jogadores e uma batalha com os policiais. O resultado foi o exílio do Coritiba de seu estádio, além de um trauma que a equipe alviverde nunca mais esqueceu.

Ou nunca mais deixaram esquecer, pois com a partida prevista para o próximo sábado, o assunto voltou à tona. Fato que o elenco do Coritiba evita falar. Para os atletas da atualidade, o passado recente não interfere na preparação.

O zagueiro Pereira, que estava no elenco coxa-branca no fatídico dia, prefere esquecer esse dia.

– São duas grandes equipes. Não tem que se resumir ao incidente. Foi uma partida só, que foi decisiva e já passou. Agora é outra situação – afirma, com poucas palavras.

Para o zagueiro, o que importa é a força do adversário. Ele aguarda um jogo equilibrado e bem disputado.

– Mais um jogo. É um jogo difícil, mas precisamos fazer o dever de casa. Mudou muita coisa depois daquilo – completa Pereira.

O meia Tcheco retornou ao Coritiba quando o time já disputava a série B, no ano passado. Para  ele, as consequênciasE do dia são lições, mas que também ficaram para trás.

– É um jogo que pode relembrar em termos de memória, mas agora é outro momento. Depois daquilo, o Coritiba conseguiu se fortalecer e conquistar títulos. Assim como o Fluminense, que ganhou o Brasileirão. Os dois times almejam uma Libertadores e isso é mais importante – declara Tcheco.

A própria comissão técnica admite que o fato não influencia na preparação ou no psicológico dos jogadores. O técnico Marcelo Oliveira prefere conversar com seus atletas sobre o Fluminense atual e a tática que será usada em campo.

– Não me importa muito. Acho que é uma nova história. A preocupação é o bom time do Fluminense e da necessidade que a gente tem de recuperação e de criar uma situação nova no campeonato – conclui o treinador do Coritiba.

Flu contrata Nelinho, de 19 anos, artilheiro do Carioca de juniores

Atacante vem do Nova Iguaçu e assina contrato de empréstimo até maio de 2012, com opção de compra: ‘Ele tem muito futuro’, garante dirigente tricolor

Enquanto procura um substituto para o argentino Conca e outros reforços para o time profissional, a diretoria do Fluminense também pensa no futuro. Nesta segunda-feira, o clube acertou a contratação do jovem atacante Nelinho, de 19 anos, artilheiro do último Campeonato Carioca de juniores pelo Nova Iguaçu, com 20 gols em 28 partidas. O jogador assinou contrato de empréstimo até maio de 2012, e o Tricolor tem ainda a opção de compra após o fim do compromisso.

– Nelinho é um excelente jogador. Observamos bastante seu futebol antes de definirmos a contratação. Ele tem muito futuro. Agora veremos como será seu desenvolvimento no Fluminense – confirmou o coordenador das categorias de base do Tricolor, Fernando Simone.

Desde 2005 no Nova Iguaçu, Nelinho fez parte do elenco vice-campeão da Série B do Carioca no ano passado. Inicialmente, ele fará a equipe de juniores do clube das Laranjeiras e disputará a Taça BH, que será realizada em Minas Gerais a partir do próximo dia 21 de julho.

Ficha técnica:

Nome: Wellington Alexandre de Oliveira (Nelinho)
Idade: 19 anos, 17/02/1992
Posição: Atacante
Clubes anteriores: Nova Iguaçu

nelinho fluminense (Foto: Divulgação)

%d blogueiros gostam disto: