Com gastroenterite, Cavalieri passa a ser dúvida para pegar o América-MG

Goleiro já está recuperado da gripe que o tirou de alguns treinos na semana, mas deixou o clube para fazer exames e não tem presença garantida no jogo

O técnico Abel Braga pode ganhar um desfalque de última hora para a partida do próximo sábado, contra o América-MG, às 19h (de Brasília), no Engenhão, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Já recuperado da gripe que o tirou de alguns treinos da semana, o goleiro Diego Cavalieri reclamou de gastroenterite – infecção que atinge o sistema gastrointestinal – e deixou as Laranjeiras em direção à uma clínica particular para realizar exames. A tendência é que o camisa 12 siga direto para a concentração tricolor, mas sua participação diante do Coelho ainda depende do resultado dos exames.

Caso Cavalieri não tenha condições de jogo, Ricardo Berna será o substituto. O goleiro reserva não atua desde o dia 12 de junho, na derrota por 2 a 0 para o Corinthians, no Pacaembu, em partida que marcou a reestreia do técnico Abel Braga no comando do tricolor. Em 2010, no entanto, o arqueiro assumiu a posição a dez rodadas do fim do Brasileirão e foi um dos destaques na reta final da campanha do tricampeonato brasileiro.

Tirando a dúvida no gol, a escalação do Fluminense para enfrentar o Coelho já está definida. Com o retorno de Fred, que foi poupado na vitória sobre o Internacional, o Tricolor irá a campo com: Diego Cavalieri (Ricardo Berna), Mariano, Elivélton, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Valencia, Marquinho e Lanzini; Rafael Sobis e Fred.

Com 56 pontos, o Tricolor ocupa a terceira posição do Campeonato Brasileiro e pode até assumir a liderança já neste fim de semana. Para isso, o atual campeão precisa derrotar o América-MG no sábado e ainda torcer por tropeços de Corinthians e Vasco, que enfrentam Atlético-PR e Botafogo, respectivamente, no domingo.

Com Fred entre os titulares, Abelão confirma o Flu para enfrentar o Bahia

Cortado da Seleção Brasileira por lesão, camisa 9 treina outra vez e vai para o jogo. Rodrigo entra na vaga de Diogo, e Wallace substitui Mariano

Adepto do mistério antes de algumas partidas, o técnico Abel Braga resolveu abrir mão da tática nesta quinta-feira. No coletivo realizado nas Laranjeiras, Abelão comandou um coletivo e confirmou a escalação do Fluminense para enfrentar o Bahia, no próximo domingo, às 16h (de Brasília), em Pituaçu, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Cortado da Seleção Brasileira graças a um pequeno edema na coxa direita, Fred treinou normalmente outra vez e vai formar a dupla de ataque tricolor com Ciro pela terceira partida seguida. Na última quarta-feira, o camisa 9 participou da atividade da manhã e foi liberado à tarde por causa do desgaste da viagem para a Argentina.

fluminense time titular laranjeiras abel (Foto: Edgard Maciel de Sá / Globoesporte.com)

Suspensos, o lateral-direito Mariano e o volante Diogo serão substituídos por Wallace e Rodrigo, respectivamente. O time titular foi escalado por Abel com a seguinte formação: Diego Cavalieri, Wallace, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Rodrigo, Marquinho e Lanzini; Ciro e Fred. Os reservas formaram com: Ricardo Berna, Souza, Elivélton, Márcio Rosário e Jefferson; Diguinho, Fernando Bob e Deco; Martinuccio, Rafael Sobis e Rafael Moura.

Fred treino Fluminense (Foto: Photocâmera)

No meio do treino, Abel fez algumas mudanças. Martinuccio e Sobis foram para a equipe principal nas vagas de Lanzini e Ciro, que foram correr ao redor do gramado. Fora do coletivo, jogadores que estão voltando de lesões, como Araújo, Matheus Carvalho e Valencia, realizaram trabalhos físicos sob a supervisão do preparador Marcelo Chirol.

Após quatro vitórias seguidas, sobre São Paulo, Atlético-GO, Cruzeiro e Corinthians, o Fluminense buscará a quina no próximo fim de semana. Com 37 pontos, o Tricolor ocupa a quinta posição no Campeonato Brasileiro.

Rafael Moura toma conta do jogo, Flu vence o Figueirense e encontra paz

Com dois gols e uma assistência, He-Man é decisivo em triunfo tricolor por 3 a 0, no Engenhão. Estreante Lanzini é surpresa e tem atuação destacada

Enfim, tempo de paz. Depois de dez dias de pressão, duas derrotas (América-MG e Grêmio) e protesto de torcedores pedindo a cabeça de Abel Braga, o Fluminense reencontrou o caminho da vitória – com direito a atuação de gala no segundo tempo. Em noite destacada do estreante Lanzini e, principalmente, de Rafael Moura, o Tricolor recebeu o Figueirense nesta quarta-feira, no Engenhão, e aplicou um convincente 3 a 0, pela 17ª rodada do Brasileirão.

Com uma assistência, dois gols e uma cabeçada na trave, o He-Man, que substituiu Fred, vetado por sentir dores musculares – com direito à faixa de capitão -, chamou o jogo para si e decidiu. Edinho, em bonito chute de fora da área, já havia aberto o placar. O triunfo deixa o Flu com 50% de aproveitamento (oito vitórias e oito derrotas), com 24 pontos, a oito do G-4. O próximo compromisso é diante do Vasco, domingo, às 18h (de Brasília), novamente no Engenhão.

Já o Figueirense estacionou nos 23 pontos. Os catarinenses até tiveram boa atuação, mas pararam na boa exibição de Diego Cavalieri e sucumbiram diante do segundo tempo avassalador do adversário. Sábado, a equipe tem mais um compromisso fora de casa, contra o Corinthians, às 18h, no Pacaembu.

Lanzini estreia e se destaca

Com cinco alterações, três no meio-campo, o Fluminense entrou no gramado com a obrigação de vencer tanto para aliviar a pressão do torcedor como para seguir sonhando com a parte de cima da tabela. Pela frente, porém, encontrou um Figueirense bem armado e que soube levar perigo nos vacilos da defesa tricolor. Com estratégias diferentes e bem definidas, catarinenses e cariocas até levaram perigo ao gol adversário na primeira etapa, mas não saíram do zero.

Encurtando os espaços já no campo ofensivo, o Figueirense dificultou a saída de bola do Flu desde os minutos iniciais. Com dois volantes de marcação, Edinho e Valencia, o Tricolor tinha dificuldade nos passes, demorava para se encontrar em campo e dava oportunidades para a dupla de ataque Somália e Julio Cesar assustar. A válvula de escape estava nas laterais, e foi por ali que, a partir dos 10 minutos, a equipe de Abel Braga encontrou espaços para respirar.

Mais uma vez bem em campo, como na derrota para o Grêmio, Carlinhos chamou o jogo e chegou até mesmo a balançar a rede, aos 13, em chute de direita. No meio do caminho, porém, Rafael Moura, em posição irregular, fez o corta-luz, e a arbitragem invalidou o lance. Surpresa na escalação, Lanzini, que estreou com a camisa tricolor e substituiu Souza, passou a encontrar espaços com a equipe já mais ofensiva e se destacou.

Com boas arrancadas, o argentino descolou bons passes e chutes. Foi o melhor em campo na primeira etapa. O domínio carioca, por sua vez, era colocado em risco nas bobeadas dos volantes e zagueiros. Em uma dessas, Elias desarmou Edinho e chutou forte para boa defesa de Diego Cavalieri, que garantiu o 0 a 0 na descida para o intervalo.

Flu volta com ‘fome’ e atropela

Com 45 minutos para mudar o clima nas Laranjeiras, o Fluminense voltou para o segundo tempo sem dar chance para o azar (nem para o Figueirense). Bastaram cinco minutos para o Tricolor atropelar e garantir a oitava vitória no Brasileirão. Aos três, Rafael Moura fez bem a jogada de pivô e rolou para Edinho. O volante bateu com força da entrada da área para abrir o placar: 1 a 0.

E o He-Man estava impossível. Dois minutos depois, ele aproveitou bobeada de João Paulo, arrancou em direção a área e teve calma para encher o pé no momento certo e ampliar. A desvantagem no placar fez o Figueira partir com tudo para o ataque. A avalanche quase deu certo: Somália, Julio Cesar, João Paulo e Juninho tiveram boas oportunidades, mas pararam em Diego Cavalieri, novamente em grande noite.

Com o adversário disposto a tudo pelo empate, o Flu passou a jogar com inteligência e explorar contra-ataques. Boas oportunidades foram desperdiçadas, até que, aos 23, Rafael Moura, mais uma vez, encontrou as redes. Mariano passou como um foguete pela direita e cruzou na medida na cabeça do He-Man, que saltou e testou firme no canto esquerdo de Wilson: 3 a 0.

A goleada fez com que o Figueirense praticamente abrisse mão do ataque para evitar um placar ainda maior. E não foi nada fácil. Rafael Moura estava em noite iluminada. Além dos dois gols e uma assistência, ele acertou a trave e finalizou outras quatro vezes. Deixou uma pulga atrás da orelha de Abel Braga para o clássico com o Vasco domingo. Com a volta de Fred, ele fica no time? A resposta, em quatro dias.

‘Quem é Conca?’: torcida rival provoca argentino em segundo jogo

Ex-jogador do Flu joga partida inteira pela primeira vez pelo Evergrande na China: 1 a 1 com Beijing Guoan. Próximo adversário será o Real Madrid

O Guangzhou Evergrande, time do meia Darío Conca, empatou nesta segunda-feira com o Beijing Guoan, por 1 a 1, pela 17ª rodada do Campeonato Chinês e permaneceu na liderança da competição. O resultado foi obtido na casa do adversário, em Pequim, diante de mais de 45 mil torcedores que não deram moleza para o ex-jogador do Fluminense: uma faixa na arquibancada provocaca o atleta e perguntava “Quem é Conca?”, em inglês.

Esta foi a primeira partida completa de Conca pelo Evergrande. No último dia 14, antes de uma pausa no campeonato, ele entrou no segundo tempo contra o Nanchang Bayi e fez um gol na goleada de 5 a 0.

Conca é uma das maiores contratações da história do futebol chinês: custou cerca de R$ 15 milhões ao Evergrande e recebe quase R$ 2 milhões por mês. O argentino chegou com festa ao clube, mas não escapou da provocação dos rivais, já que era pouco conhecido na China antes de ser contratado.

Após 17 rodadas, o Guangzhou lidera com folga o Campeonato Chinês. O clube soma 41 pontos e o Beijing Guoan aparece na segunda colocação com 32. A próxima partida do Guangzhou será contra o Qingdao Jonoon, no dia 06 de agosto, em casa. Antes disso, o time de Conca receberá o Real Madrid, na próxima quarta, para a realização de um amistoso.

– Jogamos contra o vice-líder, na casa deles e conseguimos um bom resultado. Apesar de termos aberto o placar, temos que valorizar o empate pela manutenção da diferença de pontos sobre o Beijing Guoan. Também fico feliz por ter atuado a partida inteira, já me sinto totalmente adaptado à equipe. Não foi fácil jogar diante do estádio lotado, sofremos muita pressão durante todo o jogo. Mas o importante foi que o time mostrou que está seguro em campo e pronto para conquistar este titulo – declarou Conca.

Confira os resultados desta quarta na Série A do Brasileiro e nos Estaduais

Flamengo vira jogo fenomenal na Vila Belmiro depois de estar perdendo por 3 a 0. São Paulo abre 4 a 0 no Coritiba e quase deixa a vitória escapar no fim

Brasileiro – Série A (12ª rodada)
Atlético-MG 1 x 0 Fluminense
Grêmio 1 x 1 América-MG
Botafogo 2 x 1 Avaí
Atlético-GO 2 x 0 Cruzeiro
Santos 4 x 5 Flamengo
Figueirense 0 x 1 Palmeiras
Coritiba 3 x 4 São Paulo

Amapaense – Segundo Turno (2ª rodada)
Trem-AP 0 x 0 Ypiranga-AP
O Trem-AP lidera a chave A com 4 pontos. A chave B é liderada pelo Mazagão. O primeiro turno foi vencido pelo Santos-AP.

Piauiense – Segundo Turno (2º jogo da semifinal)
4 de Julho 1 x 0 Comercial-PI
4 de Julho e Parnahyba decidem a final do segundo turno. Comercial-PI foi o campeão do primeiro turno e já está classificado para a final do campeonato.

Ingressos para Flu x Palmeiras já estão à venda

Jogo será disputado neste domingo, às 16h, em Volta Redonda

Os ingressos para a partida entre Fluminense e Palmeiras já estão à disposição dos torcedores que forem a Volta Redonda para assistir ao jogo no estádio Raulino de Oliveira. Além da internet, as entradas estão sendo vendidas em quatro locais, nas Laranjeiras e em mais três na Cidade do Aço, de 10h Pas 17h.

O jogo, válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, começará às 16h. Os portões do estádio serão abertos às 14h.

Confira abaixo os locais de venda antecipada de ingressos

Estádio das Laranjeiras, Rua Ângelo Chaves, 91 – Laranjeiras
Estádio Raulino de Oliveira – Volta Redonda
Loteria do 66 – Av. Lucas Evangelista,160 – Aterrado – Volta Redonda
Posto AP Gás – Rua Nestor Rodrigues Perlingeiro, 500 – Aterrado – Volta Redonda

Venda pela Internet: http://www.futebolcard.com

Preços

Cadeira Azul: R$ 50 / Meia: R$ 25
Cadeira Branca: R$ 50 / Meia: R$ 25
Arquibancada Verde: R$ 40 / Meia: R$ 20
Arquibancada Azul: R$ 40 / Meia: R$ 20
Arquibancada Amarela: R$ 40 / Meia: R$ 20
Arquibancada Laranja: R$ 40 / Meia: R$ 20

Problemas contratuais tiram o meia Marquinho do jogo contra o Coritiba

Jogador acertou renovação com o Flu em junho, mas novo acordo ainda não foi assinado e diretoria optou por não relacioná-lo após receber proposta

O Fluminense sofreu um desfalque de última hora para a partida contra o Coritiba, no próximo sábado, às 18h30m (de Brasília), no Couto Pereira. Marquinho está fora por problemas contratuais. Ele, inclusive, nem embarcou com a delegação para a capital do Paraná. No dia 24 de junho, o apoiador acertou a prorrogação de seu contrato até dezembro de 2013. Só que o novo compromisso ainda não foi assinado e, enquanto isso não acontecer, ele não será mais relacionado.

Segundo o Fluminense, Marquinho recebeu proposta de um clube não revelado e não vai jogar para não completar a sétima partida no campeonato, o que o impediria de defender outro time. O vice-presidente de futebol Sandro Lima definiu, em conversa com Abel Braga, que seria melhor deixar o jogador fora até que a situação se resolva.

Ainda de acordo com o clube, Marquinho ainda não assinou a renovação porque, na última semana, o departamento jurídico esteve ocupado com as vendas de Conca e Adriano Michael Jackson para o futebol chinês.

Segundo informações de pessoas ligadas à diretoria, no entanto, o empresário do apoiador, Márcio Rivellino, tem atrapalhado as negociações pois julgou que a venda de Conca fazia com que Marquinho se tornasse ainda mais importante para o elenco tricolor e resolveu aumentar a pedida que já havia sido acordada verbalmente. A diretoria não concordou e desde então as negociações estagnaram. Para piorar a questão, a relação com Rivellino, que também cuida da carreira de Muricy Ramalho, ficou estremecida desde a saída do treinador.

Como não houve rescisão alguma, o atual contrato, que vai até dezembro deste ano, segue em vigor. Por isso, Marquinho tem condições de jogo e, inclusive, estava relacionado para a partida.  Através da sua assessoria de imprensa, o camisa 7 garantiu que ele mesmo negocia seu contrato com o Fluminnese, negou qualquer participação de Márcio Rivelino nas renovação e confirmou que não vai atuar para não completar o sétimo jogo.

O jogo seria emblemático para Marquinho. Afinal de contas, o último encontro entre Fluminense e Coritiba foi justamente o último jogo do Brasileiro de 2009. Na ocasião, o apoiador marcou o gol no empate em 1 a 1 que acabou salvando o Tricolor do rebaixamento. No fim da partida, a torcida dos donos da casa, revoltada com o rebaixamento do Coxa, iniciou uma batalha campal que resultou em inúmeros feridos e na destruição de partes do Couto Pereira. Seria o seu retorno ao estádio.

Diogo, Fernando Bob e até mesmo Deco, que iria começar entre os reservas segundo planejamento da comissão técnica, brigam pela vaga de titular. Com 12 pontos conquistados, o Fluminense ocupa a nona posição na tabela do Campeonato Brasileiro. Já o Coritiba tem dez pontos e atualmente está na 14º posição.